Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/19602
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GessikadaSilvaLemos.pdf1,08 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Ecossistema de startups agtech no Brasil : inovação, competitividade e upgrading no agronegócio
Autor(es): Lemos, Géssika da Silva
Orientador(es): Oliveira, Susan Elizabeth Martins Cesar de
Assunto: Agronegócios
Startup
Exportação
Data de apresentação: 27-Nov-2017
Data de publicação: 7-Mar-2018
Referência: LEMOS, Géssika da Silva. Ecossistema de startups agtech no Brasil: inovação, competitividade e upgrading no agronegócio. 2017. 48 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão de Agronegócios)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2017.
Resumo: O presente relatório de estágio foi desenvolvido no âmbito do projeto de pesquisa “Internacionalização e competitividade do agronegócio brasileiro: acesso a mercados e inserção em cadeias globais de valor” coordenado pela professora Susan Elizabeth Martins Cesar de Oliveira na Faculdade de Planaltina/ UnB. O relatório tem como objetivo analisar o ecossistema brasileiro de startups de cunho tecnológico que atuam na área do agronegócio. Em face ao crescimento da agricultura de precisão no Brasil e da digitalização do campo, as startups tecnológicas vêm exercendo um papel relevante na produção, coleta e gerenciamento de dados (Big Data) no agronegócio. Nesse contexto, o relatório discute a importância das startups para inovação e agregação de valor na produção brasileira, visando a uma maior inserção no mercado internacional. Argumenta-se que o Brasil pode alavancar a exportação dos seus produtos por meio do cumprimento de padrões internacionais ao utilizar as inovações proporcionadas pelas startups conhecidas como agtech ou agritech. Foram pesquisadas fontes primárias e secundárias que possibilitassem um mapeamento das startups do agronegócio, seguida da coleta de informações sobre os produtos ou serviços ofertados por cada uma delas. A pesquisa voltou-se também à identificação das aceleradoras de startups de maior destaque no Brasil. Por fim, buscou-se analisar dados, documentos e legislações para descrever as políticas governamentais de apoio às startups. Como resultado, observou-se que o ecossistema de startups no Brasil encontra-se em um momento de consolidação e diversificação. Há um grande potencial de crescimento das iniciativas voltadas a incentivar o surgimento de startups. Sendo o agronegócio um setor promissor no Brasil, startups voltadas para a área tem grande potencial para propiciar aprimoramentos nos padrões produtivos e inovações de produto, essenciais para se atingir novos mercados.
Abstract: This internship report was developed as part of the research project "Internationalization and Competitiveness of Brazilian Agribusiness: Market Access and Registration in Global Value Chains" coordinated by the teacher Susan Elizabeth Martins Cesar de Oliveira at Faculdade de Planaltina/UnB. This report is aimed at analyzing the Brazilian technologic startups ecosystem for the agribusiness sector. Due to the growth of precision agriculture in Brazil, technological startups have been playing an important role in the production, collection and management of data (Big Data) in agribusiness. In this connection, this report discusses the importance of startups for innovation and value addition in Brazilian production, aiming at a greater insertion in the international market. It is argued that the agtech startups can assist Brazil to increase its exports through innovation and compliance to international standards. This research required the analysis of primary and secondary sources to map the agribusiness startups, as well as the collection of information about the products or services offered by each startup. The research also identified the startup accelerators with greater traction in Brazil. Finally, the paper analyzed documents and legislations to describe government policies to foster and support startups. Preliminary results led to the observation that the startups ecosystem in Brazil is in a moment of consolidation and diversification. There is great potential for growth in initiatives aimed at encouraging the emergence of startups. As agribusiness is a promising sector in Brazil, startups focused this sector can be instrumental for providing product innovation and compliance to international standards, which are vital for reaching new markets.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, 2017.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons