Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/18411
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_ThalitaUriasSenraMichel_tcc.pdf564,47 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Ureia para prevenção da eritrodisestesia palmo-plantar em pacientes submetidos à quimioterapia : revisão sistemática
Autor(es): Michel, Thalita Urias Senra
Orientador(es): Vasques, Christiane Inocêncio
Assunto: Eritrodisestesia palmo-plantar
Ureia
Câncer - tratamento
Data de apresentação: 2017
Data de publicação: 28-Nov-2017
Referência: MICHEL, Thalita Urias Senra. Ureia para prevenção da eritrodisestesia palmo-plantar em pacientes submetidos à quimioterapia: revisão sistemática. 2017. 29, [4] f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Revisão Sistemática da literatura sobre o creme a base de ureia na prevenção da Eritrodisestesia palmo- plantar. Essa síndrome, também conhecida como síndrome mão-pé (do inglês, hand- foot syndrome, HFS), é uma toxicidade cutânea comum relacionada a agentes convencionais de quimioterapia. A HFS possui sinais e sintomas específicos como queimação, formigamento, sensação dolorosa nas palmas das mãos e solas dos pés. Os pacientes afetados por HFS sofrem déficits significativos, com impacto severo na qualidade de vida, nos aspectos físicos, sociais e psicológicos. Além disso, HFS pode afetar o tratamento antineoplásico, diminuindo as doses e provocando interrupção no tratamento. As medidas que aliviam os sintomas são extremamente importantes. No entanto, as medidas preventivas são ideais para reduzir a incidência de HFS. Alguns produtos já foram estudados e estão disponíveis, como formulações á base de ureia. As propriedades profiláticas de creme à base de ureia são reconhecidas como propriedades queratolíticas, hidratantes e esfoliantes, que são úteis para a dermatologia em sua ampla variedade de condições. O objetivo da revisão sistemática é responder: "Em pacientes com câncer, a ureia é eficaz na prevenção da eritrodisestesia palmo- plantar?" O relatório desta revisão sistemática adere aos itens de revisões sistemáticas PRISMA. Na primeira fase, foram identificadas 656 referências nas 6 bases de dados incluídas. Removidas as duplicatas, restaram 446 artigos. Com base na leitura dos títulos e resumos, foram selecionados 22 artigos para serem lidos na íntegra, correspondendo à segunda fase de seleção dos estudos. Somente os artigos que respondiam à questão norteadora e preencheram os critérios de elegibilidade foram incluídos, resultando em 3 artigos. Todos os estudos incluídos eram ensaios clínicos randomizados. Os estudos mostraram que a aplicação profilática de ureia reduziu a incidência de HSF. Outros estudos bem desenvolvidos são necessários para avaliar a eficácia da ureia para HSF em pacientes com câncer submetidos a quimioterapia ou terapia direcionada.
Abstract: Systematic review of the literature on urea-based cream in the prophylaxis of palmar-plantar erythrodysesthesia syndrome. This syndrome, also known as hand-foot syndrome (HFS), is a common cutaneous toxicity related to conventional chemotherapy agents. HFS has specific signs and symptoms such as burning, tingling, painful palms and soles, and decreased tolerance to contact with objects over time. Patients affected by HFS suffer significant deficits, with severe impact on quality of life, physical, social and psychological aspects. In addition, HFS can affect anti-neoplastic treatment, decreasing doses and causing discontinuation of treatment. Measures that relieve symptoms are extremely important, but preventive measures are ideal for reducing the incidence of HFS. Some products have already been studied and are available as urea-based formulations. The prophylactic properties of urea cream are recognized as keratolytic, moisturizing and exfoliating properties, which are useful for dermatology in its wide variety of conditions. The objective of the systematic review is to answer: "In cancer patients undergoing chemotherapy or target therapy, is urea effective in preventing palmar-plantar erythrodysesthesia syndrome?" The report of this systematic review adheres to the preferred reporting items for systematic reviews and PRISMA meta-analysis checklist checklist. In the first phase, 656 references were identified in the six included databases. The duplicates were removed, 446 articles remained. Based on the reading of the titles and abstracts, 22 articles were selected to be read in full, corresponding to the second phase of selection of the studies. Only articles that responded to the guiding question and met the eligibility criteria were included, resulting in 3 articles. All included studies were randomized clinical trials. Studies have shown that the prophylactic application of urea has reduced the incidence of HSF. Other well-developed studies are needed to evaluate the efficacy of urea for HSF in cancer patients undergoing chemotherapy or targeted therapy.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, 2017.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons