Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/18370
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_TiagoGeraldoDeLima_tcc.pdf1,61 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Estudo de viabilidade financeira de um sistema de cria na bovinocultura de corte no entorno do Distrito Federal
Autor(es): Lima, Tiago Geraldo de
Orientador(es): Joaquim, Maísa Santos
Assunto: Projetos de desenvolvimento agrícola
Bovinocultura
Bovino de corte
Contabilidade agrícola
Economia agrícola
Data de apresentação: Fev-2017
Data de publicação: 23-Nov-2017
Referência: LIMA, Tiago Geraldo de. Estudo de viabilidade financeira de um sistema de cria na bovinocultura de corte no entorno do Distrito Federal. 2017. 99 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão de Agronegócios)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A criação de bovinos de corte a pasto é uma atividade agropecuária tradicionalmente desenvolvida no Brasil que tem sido aprimorada por meio de novas técnicas de produção, melhorias dos índices zootécnicos e gestão das propriedades buscando otimizar os fatores de produção e maximizar os resultados. O setor do agronegócio tem especificidades que exigem do produtor rural qualificação e planejamento para administrar seus empreendimentos diante de um mercado cada vez mais competitivo e com inúmeros riscos financeiros, climáticos, dentre outros, demostrando a importância da gestão de custos e o uso de técnicas agronômicas, zootécnicas e administrativas para o sucesso do negócio. Este trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade financeira da implantação de um sistema de cria de bovinos de corte na Fazenda Rio Verde localizada no município de Cocalzinho de Goiás, GO, caracterizando-se como pesquisa de natureza exploratória descritiva realizada mediante um estudo de caso. A fundamentação teórica foi baseada em pesquisas bibliográficas e as informações necessárias para a caracterização da propriedade foram coletadas mediante visitas a campo. Foi confeccionado o fluxo de caixa da atividade com a previsão dos custos e receitas a serem dispendidos e gerados ao longo de um horizonte de planejamento de cinco anos para a implantação do sistema de pastejo e outras técnicas como creep-feeding, diferimento de pastagens, seleção e cruzamento industrial. Para a formação do preço de venda foram utilizados os preços históricos do bezerro desmamado com idade entre 8 e 12 meses dos últimos três anos (janeiro de 2014 a outubro de 2016) fornecidos pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – CEPEA. Devido ao preço elevado em que se encontram as matérias primas utilizadas durante a realização da pesquisa, o projeto não se tornou viável financeiramente com as estratégias e técnicas propostas. As estruturas da propriedade rural foram levantadas e inventariadas possibilitando o cálculo da depreciação e inserção da mesma nos custos de produção. As técnicas de diferimento de pastagens, seleção, cruzamentos industriais e estação de monta são técnicas promissoras de serem implementadas, pois exigiriam poucos aportes financeiros. O creep-feeding e o pastejo rotacionado também são técnicas promissoras, principalmente pela elevação do número de animais por área, desde que o gasto dispendido com a aquisição de ração e fertilizantes sejam reduzidos. Ressalta-se, porém, a necessidade de um bom planejamento para sua efetividade. O custo total de produção referente a investimentos e operacionalização do sistema com as técnicas propostas e para o horizonte de planejamento de cinco anos foi de R$1.420.696,92, representando um custo médio de R$2.841,39 por hectare por ano. As receitas totais para o mesmo período foram de R$400.438,89. O Valor Presente Líquido (VPL) negativo demonstrou que é inviável financeiramente a execução do projeto, pois, os custos apresentaram valores maiores que as receitas. De uma forma geral, o cenário financeiro para a produção de carne bovina a pasto na Fazenda Rio Verde não se apresentou promissor. A utilização de estratégias nutricionais, programas de prevenção a doenças, raças especializadas de corte mais precoces e com maior valor de mercado, assim como a capacidade de gerenciar custos e o conhecimento de mercado, são as ferramentas mais importantes que o produtor tem ao seu lado que poderão modificar este cenário e possibilitar tornar a pecuária de cria mais atraente e rentável.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.
Aparece na Coleção:Gestão do Agronegócio



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons