Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/17500
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_KennyaNayaneTorres_tcc.pdf1,59 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Arteterapias criativas com usuários de um Centro de Atenção Psicossocial-álcool e outras drogas do Distrito Federal
Autor(es): Torres, Kennya Nayane
Orientador(es): Torres, Ana Cláudia Afonso Valladares
Assunto: Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD)
Dependência química
Arteterapia
Enfermagem psiquiátrica
Saúde mental
Práticas Integrativas e Complementares (Saúde)
Data de apresentação: 24-Nov-2016
Data de publicação: 19-Jul-2017
Referência: TORRES, Kennya Nayane. Arteterapias criativas com usuários de um Centro de Atenção Psicossocial-álcool e outras drogas do Distrito Federal. 2016. 43 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A arte, a música, a dança/movimento e outras artes visuais em terapia têm sido denominadas como "Arteterapias criativas" por causa de suas raízes nas artes visuais e nas teorias de criatividade. Nas “Arteterapias criativas” são enfatizadas o uso da imaginação e das diversas formas de expressão criativa. A dependência de drogas causa grande impacto sobre o indivíduo, afetando-o em seus vários aspectos de vida. Este estudo apresenta como objetivo geral avaliar a eficácia do uso das “Arteterapias criativas” no tratamento de dependentes de drogas de um Centro de Atenção Psicossocial - álcool e outras drogas do Distrito Federal. Trata-se de um estudo quali-quantitativo de natureza descritiva, exploratória e comparativa, priorizando a compreensão da eficácia do programa de “Arteterapias criativas” com dependentes de drogas. O estudo foi realizado com 24 toxicômanos de um Centro de Atenção Psicossocial-álcool e outras drogas (CAPS–ad) III do Distrito Federal como parte do grupo/oficina: “Afetos e sexualidade”, bem como usuários do acolhimento integral (internação) que desejaram participar das intervenções e do estudo, ocorrido em quatro encontros. O total de pessoas somando as quatro intervenções foi de 37. Cada intervenção de “Arteterapia criativa” foi composto obrigatoriamente pelas três modalidades de artes em cada encontro: atividades envolvendo a música e a dança ou a expressão corporal e a elaboração de um produto final pelas artes plásticas. Como instrumento avaliativo, antes e depois de cada intervenção foi solicitado aos usuários que preenchessem o “Termômetro das emoções”, que busca avaliar o nível emocional dos participantes, como: tristeza, alegria, carinho, compreensão, raiva, medo e paz interior (VERGARA, 2010). Foi utilizado também um questionário semi-estruturado, e um inventário estruturado composto por 10 questões. Levaram-se em consideração tanto o processo, a produção visual elaborada pelos participantes, quanto o resultado dos questionários. Todos os itens obtiveram progresso, sendo alegria e tristeza com maior pontuação e o medo com a menor alteração. Concluiu-se que por meio das “Arteterapias criativas”: dança, artes plásticas e música em conjunto e integradas é possível acessar os aspectos emocionais e afetivos dos participantes, de modo a interferir com que os mesmos façam-se sensíveis à sua reestruturação psíquica, a fim de promover o crescimento e desenvolvimento humano. O estudo forneceu subsídios de estratégias de intervenção para desenvolvimento da continuação de investigações futuras, a fim de melhorar o cuidado psicossocial destinado a essa clientela. Pretende-se que os resultados deste estudo incentivem o uso das “Arteterapias criativas” e que esta seja uma prática integrativa e complementar constante nos cuidados de enfermagem em saúde mental.
Abstract: Art, music, dance / movement and other visual arts in therapy have been termed as “Creative arts therapies” because of their roots in the visual arts and theories of creativity. In "Creative arts therapies” the use of imagination and the various forms of creative expression are emphasized. Drug dependence causes great impact on the individual, affecting him in his various aspects of life. This study aims to evaluate the efficacy of the use of "Creative arts therapies" in the treatment of drug addicts of a Psychosocial Care Center - alcohol and other drugs of the Federal District. This is a quantitative, descriptive, exploratory and comparative study, prioritizing the understanding of the efficacy of the Creative arts therapies” program with drug addicts. The study was carried out with 24 drug addicts from a Psychosocial Care Center-alcohol and other drugs (CAPS-ad) III of the Federal District as part of the group / workshop: "Affects and sexuality", as well as users of the integral Participated in the interventions and the study, which took place in four meetings. The total number of people totaling the four interventions was 37. Each intervention of "Creative Art Therapy" was obligatorily composed by the three modalities of arts in each encounter: activities involving music and dance or body expression and the elaboration of a final product by the visual arts. As an evaluation tool, before and after each intervention, users were asked to complete the "Thermometer of Emotions", which seeks to evaluate the participants' emotional level, such as: sadness, joy, affection, understanding, anger, fear and inner peace (VERGARA, 2010). A semi-structured questionnaire was also used, and a structured inventory was composed of 10 questions. They took into account both the process, the visual production elaborated by the participants, and the result of the questionnaires. All items made progress, being joy and sadness with higher score and fear with the slightest change. It was concluded that through the "Creative arts therapies": dance, plastic arts and music together and integrated it is possible to access the emotional and affective aspects of the participants, in order to interfere with them to become sensitive to their psychic restructuring, In order to promote human growth and development. The study provided support for intervention strategies to develop further research in order to improve psychosocial care for these clients. It is intended that the results of this study encourage the use of “Creative arts therapies" and that this be an integrative and complementary practice in nursing care in mental health.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Colegiado de Enfermagem, 2016.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons