Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/16910
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_AlexandrePapadopolis_RonicleyFontes_tcc.pdf2,49 MBAdobe PDFver/abrir
Título: ImunizaBR : aplicativo móvel para registro de vacinação
Autor(es): Papadópolis, Alexandre Vinhadelli
Fontes, Ronicley Ramos
Orientador(es): Alchieri, Eduardo Adilio Pelinson
Assunto: Saneamento básico
Vacinação
Aplicativos
Data de apresentação: 7-Dez-2016
Data de publicação: 16-Mai-2017
Referência: PAPADÓPOLIS, Alexandre Vinhadelli; FONTES, Ronicley Ramos. ImunizaBR: aplicativo móvel para registro de vacinação. 2016. xii, 97 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciência da Computação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O nível de saneamento básico em centros urbanos do Brasil é baixo, exigindo de todas as esferas governamentais (federal, estadual e municipal), cuidados com a vacinação da população. A despeito das campanhas, investimentos e políticas públicas, que demonstram a importância do tema para o governo, os controles e estatísticas a seu respeito apoiam-se quase totalmente em registros escritos das aplicações de doses, fazendo uso de cadernos nos centros de imunização e de cadernetas de vacinação. Tal realidade diminui a precisão das estatísticas, compromete a eficácia das políticas públicas e campanhas de vacinação, aumenta o tempo médio de atendimento e causa desperdícios. Além disso, a perda da caderneta significa para as pessoas ficar sem o histórico de vacinação e sem eventuais agendamentos de doses e reforços. Este fato diminuindo a eficácia da vacina e aquele causando a revacinação. Acreditamos que a pervasividade dos dispositivos móveis, smartphones e tablets, somada à popularização dos pontos de acesso sem fio à Internet, crie cenário favorável para o uso de aplicativos mobile que auxiliem as pessoas a manter seu registro das vacinas em outra mídia além do papel e, ainda que indiretamente, contribua também para os controles e estatísticas governamentais. O objetivo deste trabalho é desenvolver e testar um aplicativo móvel para smartphones e tablets que registre as vacinas das pessoas e dos seus grupos familiares, verificando seus efeitos nas dificuldades relatadas.
Abstract: The level of basic sanitation in urban centers in Brazil is low, requiring care at all levels of government (federal, state and municipal), with the vaccination of the population. Despite the campaigns, investments and public policies, which demonstrate the importance of the issue to the government, the controls and statistics about it rely almost entirely on written records of dose applications, making use of notebooks in immunization centers and Vaccination passbooks. Such a reality diminishes the accuracy of statistics, compromises the effectiveness of public policies and vaccination campaigns, increases the average time to attend and causes waste. In addition, the loss of the booklet means people are left with no vaccination history and no dose schedules and reinforcements. This fact diminishing the effectiveness of the vaccine and that causing the revaccination. We believe that the pervasiveness of mobile devices, smartphones and tablets, coupled with the popularization of wireless access points to the Internet, creates a favorable scenario for the use of mobile applications that help people to Keep its record of vaccines in other media besides paper and, indirectly, also contributes to government controls and statistics. The objective of this work is to develop and test a mobile application for smartphones and tablets that registers the vaccines of individuals and their family groups, verifying the effects on the reported difficulties.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Exatas, Departamento de Ciência da Computação, 2016.
Aparece na Coleção:Ciência da Computação



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons