Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/15820
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_LuizGraciaSantos_tcc.pdf452,2 kBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorBicalho, Rute Nogueira de Morais-
dc.contributor.authorSantos, Luiz Gracia-
dc.identifier.citationSANTOS, Luiz Gracia. Alfabetização e inclusão da pessoa com surdez. 2015. 49 f., il. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Carinhanha-BA, 2015.pt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2015.pt_BR
dc.description.abstractCompreende-se por Educação Inclusiva o processo pelo qual a escola se adapta para poder incluir pessoas com necessidades especiais, favorecendo um lugar social, aprendizagem e desenvolvimento em todos os âmbitos. A pesquisa aqui apresentada teve como principal objetivo analisar como as práticas de alfabetização e inclusão são desenvolvidas pelos professores no processo de ensino-aprendizagem de alunos surdos de uma escola da rede pública municipal de ensino de Sítio do Mato – BA e como ocorre a integração família x escola nesse processo. A abordagem utilizada foi de orientação qualitativa, sendo que os instrumentos observação e entrevista semiestruturada foram a base para a apreensão dos significados construídos sobre a temática por parte dos participantes: quatro professores e quatro famílias de alunos surdos que frequentam o ensino regular. Todas as informações advindas como parte dos instrumentos de pesquisa foram organizadas em categorias: 1. Percepção de inclusão; 2. Formação continuada; 3. Alfabetização: estratégias pedagógicas empreendidas; 4. Relação família e escola. Os resultados indicam diferenças entre o conceito de inclusão e o que se efetiva na prática dos professores. Mostram ainda a dificuldade de os professores lidarem com os alunos surdos em sala de aula. A falta de comunicação e fragilidades na formação docente voltadas à alfabetização de alunos surdos são as principais dificuldades encontradas no processo de ensino-aprendizagem. Apesar de as leis defenderem a inclusão, não existe uma adaptação da proposta pedagógica favorável ao processo inclusivo. A relação família e escola, tão ressaltada na literatura e pelos próprios participantes, não acontece. Espera-se que os resultados deste trabalho possam agregar qualidade ao debate sobre inclusão dos alunos surdos.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subject.keywordDeficientes - educaçãopt_BR
dc.subject.keywordAlfabetizaçãopt_BR
dc.subject.keywordEducação inclusivapt_BR
dc.subject.keywordSurdos - educaçãopt_BR
dc.titleAlfabetização e inclusão da pessoa com surdezpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Especializaçãopt_BR
dc.date.accessioned2017-01-26T10:39:35Z-
dc.date.available2017-01-26T10:39:35Z-
dc.date.submitted2015-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/15820-
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
dc.rights.uriAn error occurred getting the license - uri.*
Aparece na Coleção:Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons