Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1578
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_LídiaAzevedo_NelsonUryu.pdf716,98 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Importância da tecnologia no gerenciamento de terminais de carga aérea : o caso do Teca Galeão
Autor(es): Azevedo, Lídia Teresa Magalhães de
Uryu, Nelson Keiichiro
Orientador(es): Fortes, José Augusto Abreu Sá
Assunto: Aeroportos
Transporte aéreo de carga
Armazenamento e transporte de cargas
Data de apresentação: 21-Out-2005
Data de publicação: 15-Mar-2011
Referência: AZEVEDO, Lídia Teresa Magalhães de; URYU, Nelson Keiichiro. Importância da tecnologia no gerenciamento de terminais de carga aérea: o caso do Teca Galeão. 2005. 66 f. Monografia (Especialização em Gestão da Aviação Civil)-Universidade de Brasília, Brasília, 2005.
Resumo: A adoção de novas tecnologias e as estratégias disponíveis para gerenciar a capacidade pode aumentar a eficiência e a produtividade do terminal, sem que haja a necessidade de expansões físicas em sua área. Estudos sobre terminais de carga aérea, usualmente, focam seus esforços na busca do melhor dimensionamento das áreas físicas dos terminais, com vistas a atender a uma demanda pré-especificada (exógena). Em geral, o que se busca é otimizar a capacidade e reduzir a probabilidade de ocorrer a necessidade de intervenções físicas (expansões, alterações de layout etc.) em horizontes razoáveis de tempo. Dois exemplos desses estudos são Magalhães (1998) e Meneses (2001). Neles, os autores estudaram os terminais de carga da Infraero, abordando a questão do espaço físico. Não obstante, os autores não levaram em consideração a aplicação de recursos tecnológicos na gestão dos terminais, principalmente em como seu uso afeta a capacidade. Com vistas a preencher esta lacuna, a presente monografia, sem ter qualquer pretensão de esgotar o assunto, inegavelmente complexo, aborda esse tema e demonstra os benefícios do uso da tecnologia e da adoção de estratégias diferenciadas para a otimização dos terminais de carga aérea, usando dados da Infraero para dois terminais de carga, o de Guarulhos (SBGR) e o do Galeão (SBGL). ________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The adoption of new technologies and strategies to improve the management of capacity can improve efficiency and productivity in air cargo terminals without the necessity of significant changes in layout and physical dimensions. Studies about air cargo terminals usually focus on the search of the best dimensioning scheme for the terminal physical areas aiming to satisfy a pre specified (exogenous) demand. In general the main objective is to optimize the capacity and reduce the probability of the occurrence of the need of physical interventions (expansions, changes in layout, and so forth) in a reasonable time horizon. Two examples of such studies are Magalhães (1998) and Meneses (2001). The authors approached the management of physical space in air cargo terminals managed by Infraero. Nevertheless, the use and adoption of technology in the management of the terminals and, above all, a discussion about how technology affects capacity, was not taken explicitly into consideration in these studies. In this monograph we aim to discuss this question. Given the complexities of the subject we don’t intend to be exhaustive our objective being to shed light, to understand and show (through a case study of Guarulhos and Galeão terminals) the benefits of the use of technologies and different strategies to optimize capacity and management of air cargo terminals.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Formação de Recursos Humanos em Transportes, 2005.
Aparece na Coleção:Gestão da Aviação Civil



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.