Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/15598
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_EduardoAndreSouzadeOliveira.pdf1,23 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Prevalência de lesões em praticantes de taekwondo do Distrito Federal
Outros títulos: Prevalence of injuries in taekwondo practitioners of the Federal District
Autor(es): Oliveira, Eduardo André Souza de
Orientador(es): Macedo, Osmair Gomes de
Assunto: Artes marciais
Atletas - ferimentos e lesões
Artes marciais - Taekwondo
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 10-Jan-2017
Referência: OLIVEIRA, Eduardo André Souza de. Prevalência de lesões em praticantes de taekwondo do Distrito Federal. 2015. 54 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Fisioterapia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Introdução: O taekwondo é uma arte marcial milenar de origem coreana, praticada em mais de 140 paises. Nele ocorre o contato direto entre os competidores, contatos estes de alto impacto, fortes e de alta velocidade, aumentando o risco de lesões esportivas, sendo o chute seu movimento principal de ataque.Com o objetivos de verificar a prevalência de lesões em praticantes de taekwondo do Distrito Federal, existência de diagnóstico das lesões, segmentos do corpo acometidos, momento de ocorrência, tempo de afastamento da prática esportiva, sintomas após retorno, tratamentos utilizados e atividade para prevenção de lesões. Materiais e Métodos: é um estudo transversal, a coleta foi realizada por conveniência em associações e academias de taekwondo, com atletas de 15 a 30 anos, mínimo de dois anos de prática, atuantes no esporte. Foi aplicado inquérito próprio para coleta dos dados. Resultados: 48 atletas participaram da amostra, com média de idade 20,58 +- 4,08 anos, com tempo médio de pratica 84,125 +-52,66 meses, destes, 79,16% dos atletas sofreram lesões, a região anatômica de maior prevalência de lesão foi a do pé, as lesões ocorreram principalmente no treino (67,24%), com tempo de afastamento médio de 16,88+- 24,03 dias, os diagnósticos mais relatados foram, lesão muscular, contusão, entorse e luxação, em 56,89% dos casos o diagnóstico foi médico, o principal tratamento foi o repouso, seguido da sua associação com medicação e após retorno a pratica 48,27% apresentaram sintoma. Conclusões: A maioria relatou alguma lesão na pratica do esporte, os principais diagnósticos foram a lesão muscular, contusões e entorses, principalmente no pé. Houve predomínio de lesões em treinos, gerando um afastamento médio de 16,88 dias, com sintomas após o retorno à prática em 48,27% dos casos. O tratamento mais utilizado foi o repouso, seguido da associação deste com a medicação, a fisioterapia foi pouco utilizada.
Abstract: Introduction: Taekwondo is an ancient martial art of Korean origin, practiced in more than 140 countries. It is direct contact between competitors, contacts, these high-impact, strong and high-speed, increasing the risk of sports injuries, and the kick its main movement attack. The objective of verifying the prevalence of injuries in taekwondo practitioners the Federal District, the existence of injury diagnosis, affected body segments, timing, of sports time off, symptoms after returning used treatments and activities for injury prevention. Materials and Methods: cross-sectional study, the collection was held for convenience in taekwondo associations and academies, with athletes from 15 to 30 years, minimum of two years of practice, active in sports. inquiry was used for data collection itself. Results: 48 athletes participated in the sample, with a mean age 20.58 + - 4.08 years, with a mean time of practice 84.125 + -52.66 months, of whom 79.16% of the athletes were injured, the anatomical region higher prevalence of injury was in the foot, injuries occurred mainly in training (67.24%), with an average removal time of 16.88 + - 24.03 days, most diagnoses were reported, muscle injury, contusion, sprain and dislocation in 56.89% of cases the diagnosis was a doctor, the main treatment is rest, followed by its association with medication and after returning to practice 48.27% had symptoms. Conclusions: The majority reported an injury in the practice of sport, the main diagnoses were muscle injury, bruises and sprains, especially in the foot. There was a predominance of injuries in training, generating an average distance of 16.88 days, with symptoms after returning to practice in 48.27% of cases. The most common treatment was rest, followed by the latter's association with medication, physical therapy was underused.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Fisioterapia, 2015.
Aparece na Coleção:Fisioterapia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons