Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/15323
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_LuanaXimenesdeAguiar.pdf218,35 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O conhecimento de puérperas acerca da humanização do parto
Outros títulos: El conocimiento de puerperás sobre la humanización del parto
The mother's knowledge about birth humanization
Autor(es): Aguiar, Luana Ximenes de
Orientador(es): Schardosim, Juliana Machado
Assunto: Mulheres - saúde e higiene
Humanização do parto
Parto (Obstetrícia)
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 23-Dez-2016
Referência: AGUIAR, Luana Ximenes de. O conhecimento de puérperas acerca da humanização do parto. 2015. 31 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Ceilândia, 2015.
Resumo: Objetivo. Investigar o conhecimento das puérperas, usuárias de serviço público de saúde no Distrito Federal, sobre a humanização do parto e nascimento, identificando nos discursos da amostra atributos relacionados ao tema.Metodologia. Estudo qualitativo de caráter descritivo realizado no centro obstétrico de um hospital público do Distrito Federal (Brasil), nos meses de abril e maio de 2015. Participaram da pesquisa 15 puérperas e a coleta de dados ocorreu com base em entrevista semiestruturada. A análise de dados seguiu o método proposto por Minayo em três fases. Resultados.Evidenciou-se que o parto humanizado está associado às práticas dos profissionais de saúde. As puérperas referiram esperar atitudes envolvendo carinho, respeito e atenção num ambiente de parto humanizado. Um profissional humanizado seria aquele que demonstra preocupação com a parturiente, não somente a permissão do acompanhante de livre escolha da gestante A presença do acompanhante foi destacada pela amostra estudada no que tange ao auxílio, apoio emocional e segurança. Sobre orientações recebidas no pré-natal acerca da humanização do parto, percebeu-se que a equipe de saúde não utilizou plenamente seu papel de propagador de conhecimentos. Conclusão. Os profissionais de saúde são os principais promotores de uma assistência qualificada e humana no atendimento ao parto, devendo compartilhar as informações às gestantes desde o pré-natal a fim de empoderar as mulheres no momento de seu parto.
Abstract: Objective. Investigate the mother's knowledge in a public health service users in the Distrito Federal about the humanization of labor and birth identifying the sample discourse attributes related to the topic. Methods. Qualitative study of descriptive conducted at the obstetric center of a public hospital in the Distrito Federal (Brazil) in the months of April and May 2015. The participants were 15 mothers and data collection was based on semi-structured interview. The data analysis followed the method proposed by Minayo in three phases. Results. It was evident that the humanized birth is associated with the practices of health professionals. The women reported waiting attitudes involving affection, respect and attention in a humanized labor environment. A humanized professional would be one that shows concern for the mother, not only the permission of the companion of choice of the pregnant. The presence of the companion was highlighted by the study sample with respect to the aid, emotional support and security. On guidance received prenatal about the humanization of childbirth, it was noticed that the health team not fully used its role as propagator of knowledge. Conclusions. Health professionals are the main drivers of a qualified and human assistance in delivery care and should share information to pregnant from prenatal to empower women at the time of his birth.
Resumén: Objetivo. Investigar el conocimiento del puerperio, en las usuarias del servicio publico de salud en el Distrito Federal, sobre la humanización del parto y nacimiento, identificando en los discursos de la muestra atributos relacionados al tema. Metodología. Estudio cualitativo de carácter descriptivo realizado en el centro obstétrico de un hospital publico del Distrito Federal (Brasil), en los meses de Abril y Mayo del 2015. Participaron de la investigación 15 puérperas y la colecta de datos ocurrió con base en una entrevista semiestructurada. El análisis de datos siguió el método propuesto por Minayo en tres fases. Resultados. Se evidencio que el parto humanizado esta asociado a las practicas de los profesionales de la salud. Las puérperas manifestaron esperar actitudes envolviendo cariño, respeto y atención en un ambiente de parto humanizado. Un profesional humanizado seria aquel que demuestra preocupación por la parturienta, no solamente permitiendo la elección libre del acompañante de la gestante. La presencia del acompañante fue destacada por la muestra estudiada en respecto al auxilio, apoyo emocional y seguridad. Sobre orientaciones recibidas em elprenatal acerca de la humanización del parto, se percibió que el equipo de salud no utilizó plenamente su papel de propagador de conocimientos. Conclusión. Los profesionales de la salud son los principales promotores de una asistencia calificada y humana en el atendimiento del parto, debiendo compartir las informaciones a las gestantes desde el prenatal con el fin de empoderar las mujeres en el momento de su parto.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Enfermagem, 2015.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons