Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/14855
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_ThaisRodriguesdeSousa_tcc.pdf2,02 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Emissões de N2O em área de cana-de-açúcar submetida a diferentes lâminas hídricas no cerrado do Planalto Central
Autor(es): Sousa, Thais Rodrigues de
Orientador(es): Carvalho, Arminda Moreira de
Coorientador(es): Couto Júnior, Antônio Felipe
Assunto: Cerrado
Cana-de-açucar
Solo - uso
Data de apresentação: 2016
Data de publicação: 29-Set-2016
Referência: SOUSA, Thais Rodrigues de. Emissões de N2O em área de cana-de-açúcar submetida a diferentes lâminas hídricas no cerrado do Planalto Central. 2016. 58 f., il. Monografia (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: A cana-de-açúcar uma cultura grande importância socioeconômica e ambiental para o Brasil, pelo seu efeito mitigador nas mudanças climáticas e pelo fato de ser matéria prima básica para diversos produtos industrializados. O País é o principal produtor de etanol de cana-de-açúcar do mundo. O cultivo irrigado apresenta-se como uma iniciativa de incremento da produtividade e promove a sustentabilidade econômica da atividade sucroalcooleira. A intensificação de gases de efeito estufa é uma das causas do aquecimento global, sendo que o N2O é um dos principais gases de origem na agricultura e sua concentração na atmosfera estima em mais de 130 anos. O uso de fertilizantes agrícolas com a presença de água tem intensificado as emissões de N2O em áreas de cana-de-açúcar no solo. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar as emissões de N2O em área de cana-de-açúcar no Cerrado do Planalto Central submetida a diferentes lâminas hídricas. O experimento foi instalado na Embrapa Cerrados (Planaltina-DF), com delineamento experimental em blocos casualisados (3 blocos) e parcelas subdivididas com as lâminas hídricas, sendo sequeiro (S), lâmina hídrica (LH17%), lâmina hídrica (LH46%) e lâmina hídrica (LH75%) da evapotranspiração da cultura (Etc), e uma área de Cerrado nativo adjacente ao experimento como testemunha absoluta. A cultivar de cana foi a RB855536 e a irrigação foi aplicada conforme o sistema Line Source Sprinkler System, modificado em barras lineares acopladas a um carretel e o método de coletas de N2O foi das câmaras estáticas, no tempo 0, 15, 30 min respectivamente. As amostras de solo foram coletadas na profundidade 0-10 cm, com 3 subamostras em cada parcela. As análises de N2O foram realizadas por cromatografia gasosa, coluna Porak Q e um elétron detector e o N-mineral, por colorimetria Lachat Quik Chen (FIA). Os fluxos diários de N2O, variaram em média, de -41,20 a 109,95 μg m2 h-1. A intensidade diária das emissões de N2O foi influenciada pela dinâmica de N no solo e os fatores que contribuíram para os processos de imobilização, equilíbrio e mineralização foram a fonte de N aplicada na adubação (sulfato de amônio), as covariavéis edafoclimáticas (espaço poroso preenchido por água (EPSA), temperaturas do solo (TS), teores de amônio (NH4+) e nitrato (NO3-) no solo). Houve efeito da lâmina hídrica aplicada, sendo que a de 75% (LH75%) resultou nos maiores fluxos de N2O. A forma de nitrogênio mineral predominante no solo foi NH4+ devido ao sulfato de amônio utilizada como fonte de N na adubação, associado à eventos de fertilização, precipitação pluviométrica e/ou irrigação. Os maiores picos de N2O foram observados depois da segunda adubação, possivelmente, devido ao efeito combinado das temperaturas mais elevadas com C/N e lignina/N mais favoráveis à mineralização de N dos resíduos vegetais da cana-de-açúcar. A presença de água, fertilização e decomposição da palhada promovem impactos sobre os fluxos de N2O e sua magnitude depende das condições específicas.
Abstract: The Sugarcane is a great socio-economic and environmental importance to Brazil, as a result, it’s effect is mitigator on climate changes, and it is the basic raw material for many industrial products. The Country is the leading producer of ethanol from sugarcane in the world. The irritaged cultivation is an initiative improvement of productivity and promotes the economic sustainability in the sugar and alcohol activity.The intensification of greenhouse gases emission is one of the causes the global warming, the N2O is one of the principal gas of agriculture and your concentration in the atmosphere is estimated in more than 130 years ago. The use of agricultural fertilizers with the presence of water have increased the N2O emissions in sugarcane’s areas. Thus, this research aimed to evaluate the emissions of N2O in the area of sugar cane in the Cerrado of Central Plateau under different water slides. The experiment was installed in Embrapa Cerrados (Planaltina-DF), with deliniate experimental in randomized blocks (3 blocks) and plots subdivided in dryland water blades (S), water blade (LH17%), Blade (Blade LH75 LH46%) and (%) of the evapotranspiration of culture (Etc), and a native bushland area adjacent to the experiment as absolute witness. The variety of sugarcane was the RB855536. The irrigation was applied as the system Line Source Sprinkler System and it was modified linear bars coupled to a spool the method of collection N2O was static cameras in time 0, 15, 30 respectively. The soil samples were collected at 0-10 cm depth, with 3 subsamples in each installment. The analyses of N2O were make by gas chromatography, Porak Column Q and an electron detector and the N-mineral, by Colorimetry Lachat Quik Chen (FIA). The daily flows of N2, ranged on average-41.20 to 109.95 μ g m2 h-1. The daily intensity of these emissions of N2O were influenced by the dynamics of N in the soil. The factors that contributed to the processes of standstill, balance and mineralization were the N’s chemistry formula aplieyed in the technical on fertilizer (ammonium sulfate), the soil and climate covariavéis (porous space filled by water (EPSA), soil temperatures (TS), levels of ammonium (NH4+) and nitrate (NO3-) in the soil). The water blade’s effect applied happened and the, 75%’s blade (LH75%) resulted in higher values of N2O. the chemistry form of mineral nitrogen in soil was NH4+ as a consequently of the formula of ammonium sulfate used as a source of N fertilization, associated with the events of fertilisation, rainfall and/or irrigation. The highest peaks of N2O were observed after the second fertilization, possibly, it was happened as a result for the combined effect of higher temperatures with C/N and lignin/N, because it more favourable to mineralization of N at vegetable residues of sugar cane. The presence of water, nitrogen fertilization and decomposition of straw promoted impacts over N2O’s flows and its magnitude is from soil and climate conditions.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB de Planaltina, 2016.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons