Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1366
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_IuriFerreiraNascimento.pdf1,03 MBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorSeverino, Mauro Moura-
dc.contributor.authorNascimento, Iuri Ferreira-
dc.identifier.citationNASCIMENTO, Iuri Ferreira. Horário de verão: um estudo do caso brasileiro. 2009. 77 f. Monografia (Bacharelado em Engenharia Elétrica)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.en
dc.descriptionMonografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Elétrica, 2009.en
dc.description.abstractTendo em vista as várias facetas as quais o horário de verão, aqui no Brasil, está enquadrado, este trabalho trata de desmistificar os conceito e opiniões formadas ao longo do tempo, algumas das quais sem nenhum embasamento técnico e teórico. O que faz gerar uma grande desinformação por parte da sociedade, que é o alvo da medida do horário de verão, pois é a população que absorve o efeito do adiantamento no fuso horário e ganha o bônus ou o ônus de tal medida. O aspecto geográfico também é alvo de discussão, pois a existência do horário de verão é oriunda graças à presença do Brasil em determinada parte do globo a qual permite alguns estados e outros não a terem o horário de verão no seu território. Esta análise será feita em relação ao que os especialistas fundamentam como a principal causa da escolha dos estados para a implantação do horário de verão, que é a duração do dia. Dia aqui está se referindo a parte da manhã, sendo que em determinadas épocas do ano esta é maior que a parte da noite. Nesta análise também se encontrará informações a respeito da origem dos fusos horários e da aplicação deste no Brasil, país o qual será alvo deste trabalho. E para complementar este assunto de suma importância, será explicado o aqui chamado de princípio do horário de verão. Dando continuidade ao trabalho, é necessário conter informações a respeito da malha de linhas de transmissão que cruza a extensão do Brasil e sobre o órgão que tem a responsabilidade de operar todo este sistema. Pois na seqüência dos capítulos será visto que a medida de adotar o horário de verão influência diretamente a operação do sistema. Sistema este que é nomeado de Sistema Integrado Nacional (SIN) e que é operado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS). Aspectos sociais e biológicos, nesse ponto uma análise a respeito do comportamento da população brasileira quando submetida à atuação do horário de verão será traga a tona para se ter evidências dos benefícios ou malefícios que o sistema oferece para a sociedade no dia a dia. Aqui também estará exposta a opinião da população brasileira quanto à aceitação da implantação do horário de verão e quanto à fixação do período (início e fim) deste. E finalizando o trabalho tem uma análise detalhada a respeito dos aspectos técnicos e econômicos. Para tanto foi utilizado dados do ONS, que contem informações a respeito das reduções de demanda e de economia de energia com a utilização do horário de verão. Além disso, esta parte apresenta as vantagens que a redução da demanda e da energia proporcionam para o SIN e para o consumidor final.en
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.subject.keywordHorário de verãoen
dc.subject.keywordEnergia elétrica - transmissãoen
dc.subject.keywordEnergia elétrica - consumoen
dc.subject.keywordFuso horárioen
dc.titleHorário de verão : um estudo do caso brasileiroen
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Bachareladoen
dc.date.accessioned2010-12-10T12:20:23Z-
dc.date.available2010-12-10T12:20:23Z-
dc.date.issued2010-12-10T12:20:23Z-
dc.date.submitted2009-12-18-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/1366-
dc.language.isoPortuguêsen
Aparece na Coleção:Engenharia Elétrica



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.