Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/13367
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_KamilaFrancaBarreto.pdf449,23 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Acompanhamento da aquisição da postura sentado e do arrastar em crianças com Síndrome de Down
Autor(es): Barreto, Kamila França
Orientador(es): Paz, Clarissa Cardoso dos Santos Couto
Assunto: Down, Síndrome de
Crianças deficientes
Fisioterapia
Capacidade motora nas crianças
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 14-Jun-2016
Referência: BARRETO, Kamila França. Acompanhamento da aquisição da postura sentado e do arrastar em crianças com Síndrome de Down. 2015. 38 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Fisioterapia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: A Síndrome de Down é uma alteração genética ligada ao cromossomo 21, observa-se, nesta população, frouxidão ligamentar, hipotonia e instabilidade articular parecem influenciar de forma negativa no desenvolvimento. O objetivo do estudo é entender e caracterizar o comportamento motor de crianças com SD, com idade de 6 meses a 1 ano e 4 meses, durante a manutenção da postura sentado e do arrastar, e identificar os ajustes cinemáticos utilizados para a manutenção e deslocamento, além de descrever os fatores intrínsecos (tônus muscular) e extrínsecos (fatores ambientais) que possam influenciar sobre o desenvolvimento dos diferentes tipos de locomoção nesta população. Trata-se de um estudo observacional, descritivo, no qual foram realizadas avaliações dos dados demográficos, fatores genéticos, tônus e fatores ambientais além análise cinemática de 5 crianças SD por meio da filmagem da criança na posição sentada e durante o deslocamento. Existe variabilidade de deslocamento intraindividuos entre indivíduos, cada criança apresentou pelo menos uma vez o mesmo ajuste para a manutenção da postura sentado e os fatores ambientais parecem exercer influência sobre desenvolvimento desta população. Os fatores intrínsecos e extrínsecos parecem influenciar no desenvolvimento de crianças com SD, desta maneira, novos estudos como estes fatores podem gerar repercussões motoras são de extrema importância.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Fisioterapia, 2015.
Aparece na Coleção:Fisioterapia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons