Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/13129
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_RenivanJosédeTorres.pdf1,03 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Educação do campo e educação quilombola : cultura e saberes tradicionais na comunidade Kalunga Vão do Moleque
Autor(es): Torres, Renivan José de
Orientador(es): Almeida, Severina Alves de
Assunto: Educação do campo
Cultura popular
Quilombos
Kalunga (Comunidade quilombola brasileira)
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 18-Mai-2016
Referência: TORRES, Renivan José de. Educação do campo e educação quilombola: cultura e saberes tradicionais na comunidade Kalunga Vão do Moleque. 2015. 71 f., il. Monografia (Licenciatura em Educação do Campo)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2015.
Resumo: A Comunidade Kalunga Vão do Moleque está situada no município de Cavalcante que dista 140 km da cidade. É uma comunidade de descendentes quilombolas onde há uma cultura e tradição sobre os saberes e fazeres na comunidade a longos anos. Historicamente tem sido da própria comunidade que os Kalunga mantêm suas vidas, retirado o sustento, tanto na alimentação quanto da saúde, pois sempre usaram remédios caseiros; ás vezes era feita de tecelagem aqui mesmo, tudo que a comunidade precisava era tirado de seu território. Diante disso, percebi a necessidade de realizar uma pesquisa sobre os saberes e fazeres que ainda permanecem na comunidade. Essa pesquisa tem o objetivo de reconhecer e registrar alguns saberes e fazeres tradicionais que permanecem na comunidade. Para isso utilizamos o método qualitativo, realizada através de entrevistas e pesquisas bibliográfica. Ademais, a Educação do Campo contribui muito para o fortalecimento da cultura e dos saberes tradicionais na comunidade Kalunga Vão do Moleque, por meio da promoção de ações que possam fortalecer estes saberes. Apesar de esse povo viver nessa comunidade a mais de 300 anos, numa região cercada por paredões de serras e morros em um lugar de difícil acesso, eles não desistiram e seus descendentes continuam vivendo lá até hoje.
Abstract: The Community Kalunga Vão do Moleque in the municipality of Cavalcante which is distant 140 km from the city. It is a community of Maroons descendants where there is a culture and tradition of the knowledge and practices in the community long years. Has historically been the community that Kalunga maintain their lives, removed the support, both in food as health, as always used home remedies; sometimes weaving was done right here, everything that the community needed was taken from their territory. Thus, I realized the need for research on the knowledge and practices that still remain in the community. This research aims to recognize and register some traditional knowledge and doings that remain in the community. For that use the qualitative method, performed through interviews and bibliographical research. In addition, the Education Field contributes greatly to the strengthening of culture and traditional knowledge in Kalunga Vão do Moleque the community through the promotion of actions that can strengthen this knowledge. Although these people live in this community for over 300 years, in a region surrounded by walls of mountains and hills in a place of difficult access, they did not give up and their descendants still live there today.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Educação do Campo, 2015.
Aparece na Coleção:Educação do Campo



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons