Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/12850
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_HelcioCarlosBarbosa.pdf236,14 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Implicações da saúde suplementar para o Sistema Único de Saúde
Autor(es): Barbosa, Helcio Carlos
Orientador(es): Souza, Elza Maria de
Assunto: Sistema Único de Saúde (Brasil)
Saúde suplementar
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 11-Abr-2016
Referência: BARBOSA, Helcio Carlos. Implicações da saúde suplementar para o Sistema Único de Saúde. 2015. 26 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Gestão em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: De acordo com o texto constitucional, deveria caber ao Estado a tarefa de garantir a saúde para todos, através de políticas sociais e econômicas voltadas tanto para a "redução do risco de doença e de outros agravos", quanto "ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação". É nessa perspectiva que a Constituição Federal reconhece a relevância pública das ações e serviços de saúde, e delineia um sistema único; (o Sistema Único de Saúde), integrado pelas ações e serviços públicos de saúde, mas do qual também podem participar, em caráter complementar, instituições privadas. Embora não desejada pelos muitos profissionais de saúde, e não contemplar a maioria dos problemas de saúde da população, a presença e o crescimento da saúde suplementar conta com incentivos governamentais, é prestigiado pela mídia, grande parte da categoria médica e por políticos. O propósito do presente artigo é abordar de forma crítica o crescimento do uso dos planos de saúde e também a influencia do crescimento do uso da saúde privada para complementar os serviços do SUS. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
According to the Constitution, the State should provide the means to ensure health for all, through social and economic policies in order to “reduce the risks of disease and other health hazards in a universal and equal access to all type of health care services for promotion, protection, recovery and reabilitation of health and prevention of deseases. " It is in this perspective that the Federal Constitution recognizes the relevance of public health services and outlines a single system; the Unified Health System, integrated by the actions and public health services, which also allows the participation of the private system in a complementary manner. Although it is not willed by most of health workers, and does not contemplate the population's health needs, the presence and growth of health insurance and the use of private system to complement the public services has government incentives, is prestigiated by the media, for a great part the medical professionals and politicians. The porpoise of the present article is to approach in a critical way the growing use of health insurance and also the influence of growing use of private system to complement the public one.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Saúde Coletiva, 2015.
Aparece na Coleção:Saúde Coletiva



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons