Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1246
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_FabianaNascimento_SandraSilva.pdf285,4 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Assédio moral no setor público : um estudo na Universidade de Brasília
Autor(es): Nascimento, Fabiana Paulo do
Silva, Sandra Regina Gabriel
Orientador(es): Siqueira, Marcus Vinícius Soares
Assunto: Assédio moral
Assédio no ambiente de trabalho
Universidade de Brasília (UnB)
Universidades e faculdades - administração de pessoal
Data de apresentação: 2008
Data de publicação: 22-Nov-2010
Referência: NASCIMENTO, Fabiana Paulo do; SILVA, Sandra Regina Gabriel. Assédio moral no setor público: um estudo na Universidade de Brasília. 2008. 62 f. Monografia (Especialização em Gestão Universitária)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Resumo: A presente monografia trata do assédio moral como um fenômeno que está presente, muitas vezes, de forma imperceptível no ambiente de trabalho e por comportamentos abusivos, humilhantes (gestos ou palavras e atitudes) que prejudicam a integridade física e psíquica da vítima. Ocorre de maneira repetitiva, tornando o ambiente de trabalho insuportável e hostil devido ao desgastes psicológicos que provoca, acaba por diminuir a produtividade e provocar o absenteísmo do funcionário, que pode evoluir para a incapacidade laborativa, o desempenho e até a morte, constituindo um risco invisível e concreto nas relações de trabalho. E tem como objetivo analisar qual a visão dos gestores e servidores quanto à prática de assédio moral na UnB, se há canais adequados para a comunicação dos casos e ações preventivas e políticas gerais de prevenção de riscos relacionados ao trabalho na Universidade de Brasília. A pesquisa bibliográfica evidenciou as relações de trabalho nas organizações contemporâneas e as vivências de sofrimento nas organizações. A pesquisa de campo foi feita com 11 pessoas, incluindo gestores e servidores de nível médio e superior do quadro efetivo da organização, terceirizados e estagiários da Universidade de Brasília. Primeiramente, foram apresentadas as considerações a respeito do que os entrevistados entendem por assédio moral, visão quanto à prática de assédio moral na UnB, se já foram vítimas e quem foi o agressor. Na segunda parte, se houve denúncia do assédio moral, se o entrevistado conhece outras vítimas, qual o papel do gestor, do sindicato e da Secretaria de Recursos Humanos na resolução desses problemas e se o ambiente de trabalho favorece a prática do assédio moral. Na terceira e última parte, procuramos identificar se existem canais adequados para a comunicação dos casos, ações preventivas e políticas gerais de prevenção de riscos relacionados ao assédio moral, o que pode causar o assédio moral na organização e quais foram as conseqüências dessas agressões na vida do entrevistado. Os resultados refletem as percepções dos indivíduos entrevistados, considerando as bases teóricas desenvolvidas pela psicodinâmica do trabalho.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2008.
Aparece na Coleção:Gestão Universitária



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.