Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1232
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_RenataRibeiroNavegaCruz.pdf214,88 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise da motivação dos empreendedores no novo paradigma do século 21 : um estudo de caso com empreendedores do primeiro, segundo e terceiro setor de Brasília
Autor(es): Cruz, Renata Ribeiro Navega
Orientador(es): Ribeiro, Walter Eustáquio
Assunto: Empreendedorismo
Responsabilidade social da empresa
Data de apresentação: 17-Dez-2009
Data de publicação: 11-Nov-2010
Referência: CRUZ, Renata Ribeiro Navega. Análise da motivação dos empreendedores no novo paradigma do século 21: um estudo de caso com empreendedores do primeiro, segundo e terceiro setor de Brasília. 2009. 54 f. Monografia (Bacharelado em Administração)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo analisar a motivação dos empreendedores que promovem o alcance da sustentabilidade, contextualizados pelo novo paradigma dos negócios do Século 21. Para isso, este estudo foi realizado por meio de uma pesquisa qualitativa com roteiro semi estruturado, na qual foram entrevistados empreendedores do primeiro, segundo e terceiro setor de Brasília. A abordagem teórica da Motivação adotada foi a Teoria Contingencial de Victor Vroom, por meio da qual foram abordados aspectos relativos à valência, instrumentalidade e expectativa. Entre os resultados obtidos com a pesquisa, estão: a descrição dos elementos que compõe o perfil de motivação dos empreendedores que orientam sua atuação para o alcance da sustentabilidade; atributos co-relacionados à trajetória de vida e as escolhas pela atuação pró-sustentabilidade; e por fim, questionamentos norteadores para futuras pesquisas que envolvam o tema. A partir da abordagem introduzida por Vroom, foram observados no campo da valência um elevado grau de valoração e atração em relação ao trabalho que desempenham, apresentando alta determinação para o atingimento de seus resultados almejados. Quanto à instrumentalidade, entretanto, os empreendedores apresentam dificuldade em integrar conhecimento e experiência em gestão de negócios, e planejamentos pessoal e profissional para obtenção dos resultados e para manutenção da motivação a longo prazo. Por fim, em relação ao fator expectativa, os empreendedores são caracterizados pela integração da conduta na vida pessoal e profissional sendo apresentados como indivíduos comprometidos em atuar no mundo do trabalho de acordo com o que esperam ver realizado no mundo em que vivem. Esta pesquisa concluiu que há uma carência de pesquisas que integrem os estudos de motivação e o universo de empreendedores que promovem o alcance da sustentabilidade. Destaca-se ainda, a carência de conhecimento e experiência em gestão de negócios existente entre esses empreendedores, orientando-se para uma necessária integração entre o campo socioambiental e o campo empreendedor. Infere-se por meio desta pesquisa que o aumento da atuação mais consciente em relação ao meio ambiente e a sociedade é uma tendência dos empreendedores do Século 21, protagonistas de um novo paradigma onde a visão de futuro e a consciência socioambiental superam a busca pelo lucro e desenvolvimento econômico, promovendo a cidadania no mundo dos negócios em primeiro plano.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Administração, 2009.
Aparece na Coleção:Administração



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.