Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1223
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_IsabelaCoelhoFerreira.pdf995,43 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O envolvimento do consumidor infantil : uma pesquisa comparativa entre crianças de escolas públicas e privadas de Brasília
Autor(es): Ferreira, Isabela Coelho
Orientador(es): Oliveira, Késia Rozzett
Assunto: Comportamento do consumidor
Consumidores infantis
Marketing de relacionamento
Data de apresentação: 1-Set-2010
Data de publicação: 9-Nov-2010
Referência: FERREIRA, Isabela Coelho. O envolvimento do consumidor infantil: uma pesquisa comparativa entre crianças de escolas públicas e privadas de Brasília. 2010. 79 f. Monografia (Bacharelado em Administração)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: As crianças hoje são reconhecidamente um grande publico consumidor. Quando não realizam suas compras sozinhas estão influenciando as compras de seus pais, familiares e amigos. Assim, o público infantil está sempre informado sobre os últimos lançamentos, novas tecnologias e marcas. Ao buscar conhecer mais sobre esse segmento, este trabalho teve como objetivo comparar as diferenças entre o envolvimento do consumidor infantil em crianças de escolas públicas e privadas de Brasília. O fator envolvimento do consumidor definido no instrumento utilizado foi medido por meio de três subfatores, sendo eles: insatisfação, orientação do consumidor e reconhecimento da marca. A natureza da pesquisa foi quantitativa, por meio da técnica de levantamento de dados, survey, fazendo uso do questionário como instrumento. Foi realizada pesquisa censitária com alunos de seis escolas publicas e duas escolas privadas de Brasília, obtendo-se 1.229 questionários, sendo 1.149 considerados validos apos a limpeza dos dados. A medida descritiva utilizada para analise dos dados foi a media, alem das freqüências de resposta. Alem disso, foi realizada uma analise inferencial por meio da Analise de Variância (ANOVA). Os resultados obtidos indicam que as crianças, independente das escolas em que estudam, são consumistas e aquelas que estudam em escolas publicas possuem um maior envolvimento do consumidor, comprovado em 10 dos 16 itens presentes no questionário. Os objetivos propostos nesta pesquisa foram alcançados e sugere se que para pesquisas futuras uma abordagem mista seja utilizada em virtude da riqueza de detalhes que o instrumento qualitativo aliado ao quantitativo tem a oferecer.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Administração, 2010.
Aparece na Coleção:Administração



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons