Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/11668
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_MarianadeSousaBraga.pdf734,37 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Aleitamento materno no prematuro : um estudo de prevalência em uma unidade neonatal do DF
Outros títulos: Breastfeeding the premature : a prevalence study in a neonatal unit of DF
Autor(es): Braga, Mariana de Sousa
Orientador(es): Ribeiro, Laiane Medeiros
Assunto: Aleitamento materno
Amamentação
Prematuros
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 19-Jan-2016
Referência: BRAGA, Mariana de Sousa. Aleitamento materno no prematuro: um estudo de prevalência em uma unidade neonatal do DF. 2015. 71 f., il. Monografia (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Ceilândia-DF, 2015.
Resumo: INTRODUÇÃO: A implantação da IHAC- Neo requer um planejamento estrategicamente elaborado para suas diferentes fases de implantação com avaliação sistemática para monitorar as melhorias da prática e o aprimoramento do cuidado. OBJETIVO: Analisar dados basais relativos ao aleitamento e à condição de saúde dos prematuros. METODOLOGIA: Trata- se de um estudo descritivo com abordagem quantitativa. A coleta de dados foi realizada em um Hospital Regional do DF com as mães internadas na maternidade que tiveram seus filhos prematuros na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Este estudo está inserido dentro de uma das fases de um projeto multicêntrico na qual Brasília consiste na unidade de intervenção em que está sendo testada a IHAC- Neo. O estudo foi realizado com 30 prematuros durante Agosto à Dezembro de 2014. RESULTADOS: Os dados coletados no estudo são relativos ao aleitamento materno na internação, alta hospitalar e domicilio, bem como dados referentes às patologias, oxigenoterapia e aspectos da internação. Dentre os prematuros da amostra todos apresentaram BPN sendo 100%, com apgar no 1º minuto acima de 55,6% e apgar no 5º minuto entre 8 e 9 com 76,5 % da amostra, a amamentação na primeira hora apenas com 10 %, o uso de suporte ventilatório em 83,3 %, leite humano/materno + fórmula infantil foi o inicio do aleitamento materno em 43,3 %. O AME na alta hospitalar esteve com 63,3 % e no domicilio o AME foi para 60 % da amostra enquanto o AM no domicilio foi para 36,6 %. CONCLUSÃO: O estudo contribuiu para a aplicabilidade da IHAC Neonatal viabilizando e incentivando o aleitamento materno, com ações educativas durante a internação e no preparo para a alta hospitalar e acompanhamento pós-alta, proporcionando a adesão das mães ao aleitamento materno. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
INTRODUCTION: The implementation of IHAC- Neo requires a strategically designed plan for its different phases of implementation with systematic evaluation to monitor the practical improvements and care improvement. To analyze baseline data on breastfeeding and health condition of premature. Methodology: it is a descriptive study with a quantitative approach. Data collection was carried out in a Federal District Regional Hospital with mothers admitted to the maternity who had their premature babies in the Neonatal Intensive Care Unit. This study is inserted into one of the phases of a multicenter study in which Brasilia is the intervention unit being tested to IHAC- Neo The study was conducted with 30 preterm infants during August to December 2014. RESULTS: Data collected in the study are related to breastfeeding at admission, discharge and domicile as well as data on diseases, oxygen therapy and aspects of hospitalization. Among the premature sample all had BPN being 100%, with Apgar score at 1 minute up 55.6% and Apgar score at 5 minutes between 8:09 with 76.5% of the sample, breastfeeding in the first hour with only 10% the use of mechanical ventilation in 83.3% human milk / breast + infant formula was the beginning of breastfeeding in 43.3%. The AME at hospital discharge was 63.3%, and with domicile the AME went to 60% of the sample while the AM in the household was to 36.6%. CONCLUSION: The study contributed to the applicability of the IHAC Neonatal enabling and encouraging breastfeeding with educational activities during hospitalization and in preparation for discharge and postdischarge follow-up, providing adhesion of mothers to breastfeeding.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Enfermagem, 2015.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons