Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1128
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_JoaoLuisRibeiroReino.pdf211,92 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A globalização cultural e os Estados Unidos : o poder da internet como agente propagador de cultura
Autor(es): Reino, João Luis Ribeiro
Orientador(es): Arraes, Virgílio Caixeta
Assunto: Globalização cultural
Internet
Estados Unidos - relações exteriores
Estados Unidos
Data de apresentação: 2010
Data de publicação: 27-Set-2010
Referência: REINO, João Luis Ribeiro. A globalização cultural e os Estados Unidos: o poder da internet como agente propagador de cultura. 2010. 58 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: Baseando-se em um dos pilares do conceito tríptico de poder definido por E. H. Carr, o estudo da globalização cultural a partir da análise dos fluxos internacionais de informação é uma forma de verificar o poder dos atores do sistema internacional. O advento da Internet elevou a velocidade e a intensidade da distribuição de conteúdo cultural a patamares jamais alcançados pela humanidade. Os Estados Unidos, donos de longo histórico no exercício da influência cultural pelos meios de comunicação, continuam exercendo seu poder na Internet. O poder cultural americano é exercido principalmente por grandes corporações de mídia, responsáveis pela produção e distribuição de produtos culturais pela Internet através de uma sofisticada e próspera indústria cultural. O grau de internacionalização dos principais sites americanos de notícias comprova a alta visibilidade do material publicado pelas corporações de mídia americanas. Não obstante, a força cultural homogeneizadora americana convive com forças diversificadoras que, apesar de existirem, não tem impacto relevante nos grandes fluxos internacionais de informação.
Abstract: Based on one of the pillars of E. H. Carr’s concept of power, the study of cultural globalization by analysis of the international flows of information is one way to verify the power of actors in the international system. The advent of the Internet has increased the velocity and intensity of cultural content distribution to levels never before reached by mankind. The United States have a long history on the exercise of cultural influence through different means of communication, and still exercise their power through the Internet. American cultural power is exercised mainly by large media corporations in charge of the production and distribution of cultural products on the Internet through a sophisticated and prosperous cultural industry. The level of internationalization of the main American news websites substantiates the high visibility of the material published by American media corporations. Nonetheless, the American homogenizing cultural force co-exists with diversifying forces which, although do exist, do not have any relevant impact on the major international flows of information.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2010.
Informações de Acesso e Conteúdo: Monografia apresentada ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília para obtenção do título de Especialista em Relações Internacionais.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons