Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/1072
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_PriscilaBearziRamalho.pdf293,39 kBAdobe PDFver/abrir
Título: As novas parcerias estratégicas da política externa brasileira : análise da cooperação Sul-Sul nos governos de Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva
Autor(es): Ramalho, Priscila Bearzi
Orientador(es): Lessa, Antônio Carlos
Assunto: Brasil - relações exteriores
Cooperação internacional
Brasil - política e governo 1995-2002
Brasil - política e governo 2003-2010
Data de apresentação: 2010
Data de publicação: 22-Jul-2010
Referência: RAMALHO, Priscila Bearzi. As novas parcerias estratégicas da política externa brasileira: análise da cooperação Sul-Sul nos governos de Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva. 2010. 58 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: O Brasil e os principais países emergentes - Índia, China e África do Sul - estão assumindo o papel que lhes cabe na construção de uma ordem internacional mais equilibrada em benefício dos países em desenvolvimento. Para isto, a intenção do Brasil, com o apoio de seus aliados emergentes, como será demonstrado no presente trabalho, é reformular o relacionamento com a América do Sul, expandir as parcerias estratégicas, além de fortalecer as coalizões ao sul e estabelecer novas alianças. Em suma, será demonstrado o estabelecimento de novos paradigmas de desenvolvimento e perspectivas atuais de inserção internacional, a partir da intensificação do diálogo Sul-Sul. _______________________________________________________________________ ABSTRACT
Brazil and major emerging countries – India, China and South Africa – are assuming their role on the construction of a more equal international order in benefit of the developing countries. To do this, Brazil’s intention, with the support of its emerging allies, as it will be shown in current work, is to reformulate the relationship with South America, expand it´s strategic partnerships, besides strengthen south coalitions and establish new alliances. In short, it will be shown the establishment of a new current development and perspective paradigms of international insertion, from south-south dialogue intensification.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2010.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons