Utilize este link para identificar ou citar este item: https://bdm.unb.br/handle/10483/10698
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_PriscilaArielBarrosodeMedeiros.pdf432 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Paralisia cerebral, gestação e parto : uma revisão integrativa
Outros títulos: Cerebral palsy ,pregnancy and birth : an integrative review
La parálisis cerebral, el embarazo y el parto : una revisión integradora
Autor(es): Medeiros, Priscila Ariel Barroso de
Orientador(es): Griboski, Rejane Antonello
Assunto: Enfermeiros - prática profissional
Paralisia cerebral
Paralisia cerebral nas crianças
Paralisia cerebral - causas
Parto (Obstetrícia)
Pré-natal
Data de apresentação: 2015
Data de publicação: 24-Jul-2015
Referência: MEDEIROS, Priscila Ariel Barroso de. Paralisia cerebral, gestação e parto: uma revisão integrativa. 2015. 20 f. Monografia (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Resumo: Trabalho de Conclusão de Curso vinculado a Graduação de Enfermagem/UnB. A paralisia cerebral afeta 2 a cada mil nascidos vivos. Principais causas: toxoplasmose, rubéola, sífilis, prematuridade, complicações intraparto (período expulsivo prolongado, prolapso de cordão) ou pós-natais (má formação dos vasos sanguíneos do cérebro do bebê). O nascimento de um bebê com problemas traz uma nova realidade para a mulher/mãe/família. Isso representa um impacto no estabelecimento do vínculo afetivo e saúde. Objetivo: verificar como a assistência pré-natal e ao parto podem influenciar/evitar a paralisia cerebral.Material e Métodos: revisão integrativa de literatura. Resultados: através dos dados foi possível verificar que existem diferentes modelos de assistência, assim como assistências consideradas inadequadas ou incompletas. Porém foi possível obter dados que possibilitem um atendimento individualizado, humanizado desde o pré-natal com qualidade no sentido de prevenir agravos de saúde no binômio mãe-bebê. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
Work Completion of course linked to Graduate Nursing / UNB. Cerebral palsy affects 2 per thousand live births. Main causes: toxoplasmosis, rubella, syphilis, prematurity, intrapartum complications (prolonged second stage, cord prolapse) or postnatal (malformation of blood vessels in the baby's brain). The birth of a baby with problems brings a new reality for the woman / mother / family. This represents an impact in establishing the emotional and health bond. Objective: check how the prenatal care and childbirth can influence / prevent cerebral palsy.Methods: integrative literature review . Results: through the data we observed that there are different models of care, and assists considered inadequate or incomplete. But it was possible to obtain data to enable personalized customer service, humanized, since you and prenatal quality in order to prevent health disorders in the mother-infant dyad. __________________________________________________________________________ RESUMEN
Finalización de Trabajo por supuesto vinculada a graduado de enfermería / UNB. La parálisis cerebral afecta a 2 de cada mil nacidos vivos. Principales causas: toxoplasmosis, rubéola, sífilis, prematuridad, complicaciones intraparto (segunda etapa prolongada, prolapso del cordón) o postnatales (malformación de vasos sanguíneos en el cerebro del bebé). El nacimiento de un bebé con problemas trae una nueva realidad para la mujer / madre / familia. Esto representa un impacto en el establecimiento del vínculo emocional y la salud. Objetivo: comprobar cómo el cuidado prenatal y el parto pueden influir / prevenir la parálisis cerebral. Métodos : revisión integradora de la literatura . Resultados: a través de los datos se observó que existen diferentes modelos de atención y asistencias consideradas insuficientes o incompletos. Pero fue posible obtener datos para permitir el servicio al cliente personalizado, humanizado, ya que usted y calidad prenatal a fin de evitar trastornos de salud en la díada madre-hijo.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Enfermagem, 2015.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons