Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9794
Título: Adoecimento na saúde : “Relação entre trabalho e sofrimento na diretoria de saúde do CBMDF”
Autor(es): Cabral, Isabel Cristina
Moreno, Renata Alves
Miranda, Rosângela Fortaleza
Orientador(es): Facas, Emílio Peres
Assunto: Trabalho - sofrimento
Distrito Federal (DF) - Corpo de Bombeiros Militar
Bombeiros militares - sofrimento
Data de apresentação: 12-Dez-2014
Data de publicação: 3-Mar-2015
Referência: CABRAL, Isabel Cristina; MORENO, Renata Alves; MIRANDA, Rosângela Fortaleza. Adoecimento na saúde: “Relação entre trabalho e sofrimento na diretoria de saúde do CBMDF”. 2014. 48 f. Monografia (Especialização em Clínica Psicodinâmica do Trabalho e Gestão do Estresse)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Na perspectiva da Psicodinâmica do Trabalho o sofrimento é inevitável e inerente ao ser humano e todo trabalho envolve sofrimento. Porém, alguns podem ser transformados em prazer, gerando o sofrimento criativo, enquanto outros podem ser adoecedores. A rigidez da organização de trabalho, junto a outros elementos, em confronto com a subjetividade do trabalhador, podem inviabilizar essa transformação do sofrimento, tornando-o patogênico. Tendo em vista as particularidades do trabalho desenvolvido pelo expediente administrativo do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, essa pesquisa teve como objetivo principal investigar a relação trabalho/sofrimento junto aos militares que trabalham na Diretoria de Saúde do CBMDF. Teve como objetivos também: averiguar a importância e o sentido do trabalho para esses militares; verificar as implicações do trabalho em sua saúde; diagnosticar os riscos de sofrimento patogênico; e identificar as estratégias utilizadas por eles para minimizar o sofrimento no trabalho. Foi realizada uma pesquisa qualitativa com militares de variadas seções da sede da Diretoria de Saúde. Como técnica de coleta de dados foi utilizada a entrevista semiestruturada, e como técnica de análise de resultados a Análise dos Núcleos de Sentido. Foram analisadas as falas dos entrevistados em três temáticas da Psicodinâmica do Trabalho: organização do trabalho prescrito e o real do trabalho; mobilização subjetiva; e sofrimentos, defesas e patologias. De forma geral, foram observadas as problemáticas enfrentadas pelos militares, em especial em relação à sobrecarga de trabalho. E observado que os mesmos apresentam diversas estratégias defensivas, vistas como um indicador de saúde, já que essas visam evitar o sofrimento patogênico. Foram observados ainda sentimentos de satisfação, utilidade e sentido com o trabalho realizado, e grande satisfação com o trabalho em equipe dentro de cada seção. Porém, tendo em vista a dimensão da corporação, é necessário que outros estudos sejam realizados para identificar de forma mais ampla essa relação trabalho/sofrimento entre os militares do CBMDF.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Especialização em Clínica Psicodinâmica do Trabalho e Gestão do Estresse, 2014.
Aparece na Coleção:Clínica Psicodinâmica do Trabalho e Gestão do Estresse

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_IsabelCristinaCabral_RenataAlvesMoreno_RosangelaFortalezaMiranda.pdf516.66 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons