Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9749
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_RafaelCarlosDaSilvaMenezes.pdf4,16 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Interações entre a criança (pré-escola e ensino fundamental) e o meio ambiente : o teatro de bonecos como metodologia de sensibilização sobre as questões ambientais contemporâneas : estudo de caso sobre educação ambiental na Escola CAIC Júlia Kubitschek de Oliveira
Autor(es): Menezes, Rafael Carlos da Silva
Orientador(es): Vasconcelos, Rosylane Doris de
Assunto: Educação de crianças
Educação ambiental
Teatro de fantoches
Meio ambiente
Data de apresentação: 1-Nov-2014
Data de publicação: 26-Fev-2015
Referência: MENEZES, Rafael Carlos da Silva. Interações entre a criança (pré-escola e ensino fundamental) e o meio ambiente: o teatro de bonecos como metodologia de sensibilização sobre as questões ambientais contemporâneas: estudo de caso sobre educação ambiental na Escola CAIC Júlia Kubitschek de Oliveira. 2014. 82 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2014.
Resumo: O objeto de estudo desta monografia trata das interações entre a criança e o meio ambiente por intermédio do teatro de bonecos como metodologia de sensibilização sobre as questões ambientais contemporâneas. Foi feito um estudo dirigido sobre educação ambiental às crianças Escola CAIC Júlia Kubitschek de Oliveira (JKO), Sobradinho II/DF. O objetivo geral foi sensibilizar alunos e professores por meio do teatro de bonecos sobre a necessidade da preservação ambiental e alertar para a importância de se incorporar uma agenda ambiental na escola. Para alcançar o objetivo geral foram desenvolvidos os seguintes objetivos específicos: a) apontar a emergência da Questão Ambiental; b) apresentar o surgimento da educação ambiental e sua importância na Educação; c) identificar os principais pontos do PNE e sua interface com a educação ambiental; d) Identificar o perfil e o trabalho dos professores que atuam com questões ambientais na Escola CAIC JKO; e) Identificar o perfil dos estudantes da série inicial a ser mobilizada; f) desenvolver uma oficina de bonecos com temática ambiental e monitorar a reação das crianças ao processo de discussão sobre o meio ambiente. A metodologia de pesquisa aplicada neste estudo teve uma abordagem qualitativa (interação monitorada dos sujeitos envolvidos na proposta do estudo) e exploratória (estudo inicial e piloto de um processo de mobilização socioambiental com visitas programadas aos estudantes e professores da educação infantil) com os alunos da Educação Infantil da Escola CAIC JKO – Sobradinho II. Tratou-se também de uma abordagem revisional, uma vez que se fez também revisão bibliográfica e documental do tema proposto. A questão principal de pesquisa versou sobre “Quais as reações e motivações que as crianças apresentam após participarem de uma oficina de bonecos cujo tema sejam questões ambientais?” Esta pesquisa partiu do pressuposto de que o educador ambiental assume uma parcela do trabalho de tentar reintegrar o homem de volta a natureza e mostrar para todos e todas que os bens são finitos e que se trabalharmos em parceria com a natureza poderemos ir mais longe em produção e tempo de vida. Se quisermos melhorar o mundo, devemos ter em mente que de que somente reconstruindo o modo de pensar de cada ser humano e seu modo de lidar com meio ambiente poderemos alcançar o equilíbrio ambiental. Neste processo, a educação pela cidadania com a ética do cuidado, criatividade e ludicidade com crianças em séries iniciais faz-se fundamental mediante a possibilidade de modificar e sensibilizar todas e todos para uma participação na defesa da qualidade de vida e preservação da natureza. O papel de um educador ambiental entra em foco como uma ação transformadora na qual a co-responsabilização torna-se essencial para promover um novo tipo de desenvolvimento socioambiental planetário.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, 2014.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons