Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9649
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_MariaLuisaFerreiraAndrade.pdf933,79 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Impacto no desempenho ocupacional de jovens adultos de 18 a 25 anos em tratamento oncológico
Autor(es): Andrade, Maria Luísa Ferreira
Orientador(es): Fangel, Leticia Meda Vendrusculo
Assunto: Câncer - tratamento
Câncer - pacientes
Papéis ocupacionais
Jovens adultos - papéis ocupacionais
Data de apresentação: 4-Dez-2014
Data de publicação: 9-Fev-2015
Referência: ANDRADE, Maria Luísa Ferreira. Impacto no desempenho ocupacional de jovens adultos de 18 a 25 anos em tratamento oncológico. 2014. 44 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Introdução: O câncer é uma doença crônica, sendo uma das doenças mais temidas pelos indivíduos. O diagnóstico em jovens adultos surge em uma fase de transição. Além das novas responsabilidades e dúvidas próprias do período, terão que lidar com a adaptação à doença. Desempenho Ocupacional é a habilidade de realizar atividades de vida diária e desempenhar papéis e tarefas de forma que sejam satisfatórias e adequadas a cada sujeito. Objetivo: Compreender como o tratamento oncológico influencia no desempenho ocupacional de jovens. Metodologia: Estudo descritivo de método misto concomitante, utilizando análise de conteúdo. Selecionados pacientes do Hospital Universitário de Brasília, por amostra de conveniência. Utilizados os instrumentos: “Lista de Identificação de Papéis Ocupacionais” e “Medida Canadense de Desempenho Ocupacional (COPM)”. Resultados/Discussão: Participaram do estudo 8 pacientes com média de idade 22 anos (±1,74 anos). Todos os participantes apontaram maior desejo de desenvolver papéis no futuro do que no passado e presente. Os papéis no tempo presente são menos realizados que nos tempos passado e futuro. No passado, o papel de maior porcentagem é o de amigo; no presente os papéis amigo, membro da família e religioso; e, no futuro, os papéis trabalhador, voluntário e religioso. Identificou-se variação de pontuações com relação ao desempenho (4 a 8,4) e à satisfação (1,8 a 8,4) demonstrando grande impacto no desempenho ocupacional desses pacientes. Conclusão: O tratamento oncológico pode gerar o impacto de modificar os papéis ocupacionais ao longo do tempo, bem como causar mudanças na forma em que são desempenhados. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: Cancer is a chronic disease that people fear most. Diagnosis are more common in young adults. Besides the stress of having new responsibilities, they have to deal with the disease. Occupational Performance is the ability of using occupations and activities of daily life to help and enhance individual’s lifestyle. Purpose: To understand how cancer treatment has influence on occupational performance of young adults. Methods: Descriptive study with mixed data analysis, by content analysis. Convenience sample consisted of patients from “University Hospital of Brasilia”. Instruments used: “Role Checklist” and “Canadian Occupational Performance Measure” (COPM). Results: 8 patients were included, with an average age of 22 (± 1.74 years). All of them were more interested in performing roles in the future than in the past or present. Their participation in a role was less observed in the present than in the past or future. In the past, the role ‘Friend’ presented the most percentage; in current days, the roles more evident are ‘Friend’, ‘family member’ and ‘religious participant’; finally, in the future, the roles ‘worker’, ‘volunteer’ and ‘religious participant’ were more valued. It has observed a variation of punctuation regarding to both performance (4 to 8.4) and satisfaction (1.8 to 8.4), resulting in a great impact on patients’ occupational performance. Conclusion: The present study suggests that cancer treatment can modify occupational roles and change their performance as well.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Graduação em Terapia Ocupacional, 2014.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons