Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9610
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_PauloCesarPianco.pdf378,71 kBAdobe PDFver/abrir
Título: A contribuição do ensino do atletismo competitivo e cooperativo como exercício de convivência
Autor(es): Piancó, Paulo Cesar
Orientador(es): Riehl, Osmar
Assunto: Jogos cooperativos
Prática de ensino - educação física
Atletismo
Data de apresentação: 6-Dez-2014
Data de publicação: 5-Fev-2015
Referência: PIANCÓ, Paulo Cesar. A contribuição do ensino do atletismo competitivo e cooperativo como exercício de convivência. 2014. 37 f. Monografia (Licenciatura em Educação Física)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Barretos-SP, 2014.
Resumo: O esporte competitivo tornou-se um conteúdo predominante das aulas de educação física na escola e pelo motivo da maioria dos professores saber trabalhá-lo a partir de um ponto de vista educacional, acabam contribuindo para que haja uma competição exacerbada em suas aulas. Os jogos cooperativos podem ser a solução para tanta competição e individualismo, mas espera-se com este trabalho mostrar que se a competição for bem administrada, ela terá seu papel educacional para a formação social da criança assim como os jogos cooperativos. O objetivo deste estudo foi analisar a contribuição do ensino do atletismo competitivo e cooperativo para a transmissão de valores e atitudes para uma boa convivência. As intervenções competitivas aconteceram num centro poliesportivo e a cooperativa numa escola pública, ambos em Jaboticabal-SP; e a turma escolhida foi ao todo 28 alunos sendo (53,57 % meninos) e 46,42% meninas) entre 11e 12 anos. Procurou-se fazer uma transformação pedagógica num esporte extremamente competitivo deixando-o mais cooperativo para que as crianças pudessem estar vivenciando a competição e cooperação para assimilação de valores e atitudes essenciais para sua formação social. ____________________________________________________________________________ ABSTRACT
The competitive sport has become a predominant practice in Physical Education classes at school and for most of teachers do not know how to develop those classes in a pedagogical environment, there is much negative competition between the students during the classes. Cooperative games can be the solution to so much competition and individualism, so that it is expected this practice highlights the competition can be well managed and become the educational goal for the child's social formation and the cooperative games as well. This study aims to analyze the contribution of the cooperative and competitive athletics training for the transmission of values and attitudes for a good social relationship. The competitive interventions took place in a multi-sport center and the cooperative one at a public school, both of those in Jaboticabal-S.P city; the group of 28 students (53.57% boys and 46.42% girls) between 11 and 12 years old. We tried to make a pedagogical transformation in a highly competitive sport turning it into a cooperative game, so that children could experience the competition and cooperation for assimilation of values and attitudes essential to their social skills.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Curso de Licenciatura em Educação Física, Universidade Aberta do Brasil, 2014. Curso de Licenciatura em Educação Física a Distância.
Aparece na Coleção:Educação Física



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons