Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/9608
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_LuizHenriqueDoriaVilaca.pdf570,5 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise do desenvolvimento de planejamento estratégico para a coordenação de tecnologia de informação de um órgão público federal
Autor(es): Vilaça, Luiz Henrique Doria
Orientador(es): Affonso Neto, Annibal
Assunto: Tecnologia da informação
Órgãos públicos
Planejamento estratégico
Data de apresentação: 10-Dez-2014
Data de publicação: 4-Fev-2015
Referência: VILAÇA, Luiz Henrique Doria. Análise do desenvolvimento de planejamento estratégico para a coordenação de tecnologia de informação de um órgão público federal. 2014. vi, 49 f., il. Monografia (Bacharelado em Engenharia de Produção)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Diversas organizações, tanto do setor privado quanto do setor público, vem passando a desenvolver e implementar planejamentos estratégicos (PE), buscando obter melhores níveis de desempenho. No setor público brasileiro, apesar de algumas organizações mostrarem, nos últimos anos, uma maior preocupação com a estratégia, grande parte dos órgãos ainda não possuem um planejamento estratégico sistematizado. A partir desse cenário, este trabalho se propõe a analisar o desenvolvimento do planejamento estratégico da Coordenação Tecnologia de Informação de um Órgão Público Federal, que foi realizado durante os meses de março e abril de 2014. A metodologia de pesquisa utilizada foi o estudo de caso, que foi ancorado em uma observação participante e em uma análise documental. A pesquisa verificou que, em grande medida, o desenvolvimento do PE seguiu os passos propostos pela teoria do pensamento estratégico, mas que o processo teve algumas limitações devido à baixa participação dos colaboradores da organização. Além disso, foi constatado que o planejamento estratégico elaborado não continha indicadores suficientes para medir os aspectos prioritários da organização. Assim, esta pesquisa buscou contribuir para o processo de implementação do planejamento na coordenação através da proposição de uma extensão dos indicadores, e, ainda de um modelo de priorização dos objetivos estratégicos definidos durante o PE.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Produção, 2014.
Aparece na Coleção:Engenharia de Produção



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons