Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/8975
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_DaniaCostaPires.pdf423,16 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Elevação da vogal pretônica no português e no crioulo da Guiné-Bissau
Autor(es): Pires, Dânia Costa
Orientador(es): Mello, Antônio Augusto Souza
Assunto: Guiné–Bissau - português
Guiné–Bissau - crioulo
Vogal pretônica
Data de apresentação: 10-Dez-2013
Data de publicação: 13-Nov-2014
Referência: PIRES, Dânia Costa. Elevação da vogal pretônica no português e no crioulo da Guiné-Bissau. 2013. 44 f. Monografia (Licenciatura em Letras Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Este trabalho aborda a historia do Português do crioulo na Guiné – Bissau sob o conhecimento de elevação de vogal protônica. O trabalho tem como objetivo mostrar que já cumpriram o fato de mudanças lingüístico, e que esta situação é por vezes deixada de lado. O português é o superstrato do crioulo guineense, a origem de maioria do seu léxico. O corpo deste trabalho é constituído por dados reais de fala de indivíduos por oriundos dos dois países investigados: Guiné– Bissau com Brasil. De Guiné- Bissau, foram entrevistado três estudantes de cursos diferentes, e residências fixa em Brasília. Os dados referentes ao PB, também foram entrevistado uma aluna da universidade de Brasília que viveu sete anos em Guiné- Bissau. Apartir dos dados apresentados nesse trabalho conclui que tanto português brasileiro em relação alguns estados, há 100% de elevação de vogal protônica (e – i, 0 – u) em contexto determinada. _________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper discusses the history of Portuguese Creole in Guinea-Bissau ben eath know led gelifting proton vowel. The workaimedto show thatyouhave already fulfilled the fact of languagechange, and this situation is sometime esover looked. The Portuguese is a super strate (super tract) of the Guinean Creole, a source of most of your lexicon. The body of this work consists of actual data speech by individuals coming from the two countries investigated: Guinea-Bissau and Brazil. From Guinea Bissau, were interviewed three students of different courses, with residence sin Brasília? For the data of the PB, was also interviewing we done student from the University of Brasilia who lived seven years in Guinea-Bissau. Based on the data presented in this study, can be concluded that Brazilian Portuguese, in relation to some states, increases 100% it proton vowel (e - i, 0 - u) in certain contexts.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, 2013.
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons