Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/8343
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_DanieladeLimaCampos.pdf422,86 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Educação precoce : perspectivas legais e práticas pedagógicas
Autor(es): Campos, Daniela de Lima
Orientador(es): Rodrigues, Fátima Lucília Vidal
Assunto: Educação precoce
Políticas educacionais
Educação especial
Inclusão escolar
Data de apresentação: 1-Jul-2014
Data de publicação: 10-Set-2014
Referência: CAMPOS, Daniela de Lima. Educação precoce: perspectivas legais e práticas pedagógicas. 2014. 106 f. Trabalho de conclusão de curso (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: A Educação Precoce busca apoiar a criança e seus pais na construção de suas potencialidades e oferecer à criança a possibilidade de constituir seu lugar como sujeito. Este trabalho nasce da necessidade de entender a Educação Precoce diante da atual Política de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, bem como busca entender a importância que há no trabalho de intervenção precoce para o desenvolvimento das crianças pequenas, que iniciam sua jornada neste mundo, precisando de apoio para sua estruturação psíquica e ajuda na inter-relação das áreas estruturais e instrumentais. Buscamos assim trazer à discussão o formato da proposta de inclusão do Estado brasileiro e como essa proposta impacta em uma real transformação social. Metodologicamente escolhemos a abordagem qualitativa e utilizamos como procedimentos: análise documental buscando contextualizar a estruturação da Educação Precoce e entrevistas semi-estruturadas com professores e coordenadores buscando as concepções epistemológicas sobre a Educação Precoce. A partir desse trabalho podemos considerar que a legislação brasileira referente à Educação Precoce é inexistente. O posicionamento dos professores aos cortes epistemológicos e a concepção de Educação Precoce estão ligados a uma abordagem desenvolvimentista por grande parte dos professores e um não posicionamento em relação a um sujeito psíquico constituído a partir do Outro. Surge a necessidade de novas pesquisas que possam investigar a intervenção dos profissionais que atuam na Educação Precoce, objetivando assim armar os laços subjetivos capazes de contribuir para a constituição psíquica dos bebês. ________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Early Education aims to support children and their parents in building their capabilities and offer the child the possibility of establishing its place as a subject. This work stems from the need to understand the Early Education on the current policy of Special Education in Perspective of Inclusive Education, and seeks to understand the importance that is in the work of early intervention for the development of young children, who begin their journey in this world, needing support for their psychic structure and helps in the interrelationship of structural and instrumental areas. So we seek to bring to a discussion the format of the proposed inclusion of the Brazilian state and how this proposal impacts on a real social transformation. Methodologically, we chose a qualitative approach and use it as the procedures: documental analysis seeking to contextualize the structuring of Early Education and semi-structured interviews with teachers and coordinators seeking epistemological conceptions of Early Education. From this work we can consider that the Brazilian legislation regarding Early Education is nonexistent. The positioning of teachers to the different categories of epistemological conception of Early Education are linked to a developmental approach for a majority of teachers and a no positioning relative to a psychic subject constituted from the Other. Arises the need for further research that can investigate the intervention of professionals working in Early Education, thus aiming to arm the subjective ties able to contribute to the psyches of babies.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2014.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons