Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/8256
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_JulianaBaldanCostaNevesAraujo.pdf1,39 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise de risco em Sistema Agroflorestal (SAF)
Autor(es): Araújo, Juliana Baldan Costa Neves
Orientador(es): Souza, Álvaro Nogueira de
Assunto: Sistema agroflorestal
Monte Carlo, Método de
Sistema agrossilvipastoril
Data de apresentação: 16-Jun-2014
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: ARAÚJO, Juliana Baldan Costa Neves. Análise de risco em Sistema Agroflorestal (SAF). 2014, xv, 52 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: O termo Sistema Agroflorestal é utilizado para denominar práticas que aliam o uso sistemático da terra à tecnologias onde, espécies florestais são utilizadas em conjunto com plantios de herbáceas e/ou animais, dentro de um mesmo arranjo espacial ou temporal. O uso do SAF procura equilibrar os estimulos ecológicos e econômicos. O risco possui uma grande importância para o entendimento da produção e o desenvolvimento dos SAFs, podendo ser influenciado por fenômenos meteorológicos, fenômenos biológicos e pela situação mercadológica. No processo produtivo, principalmente de pequenas propriedades agrícolas, as principais fontes de incerteza são: quantidade e freqüência de chuvas, custos de produção, preço de venda dos produtos e taxas de juros. O trabalho tem como objetivo realizar a análise de risco de investimento de um sistema agrossilvipastoril implantado no sul do estado de Goiás, comparando dois cenários de produção distintos. A análise de risco foi realizada utilizando a metodologia Monte Carlo (MC) e a análise de sensibilidade (através da variação dos fatores: taxa de desconto, produtividade e preço). Elaborou-se um fluxo de caixa com base nos dados anuais de custos e receitas referentes às culturas agrícolas (soja e milho), gado e eucalipto, utilizando uma taxa de juros de 6% ao ano. A partir do fluxo de caixa foi possível calcular o valor presente líquido (VPL) e benefício periódico equivalente (BPE) e, determinar a rotação econômica do eucalipto. Utilizando o método Monte Carlo, realizou-se, neste trabalho, 10000 interações entre os possíveis preços dos produtos do sistema agroflorestal (oriundos da série histórica dos preços de cada produto), a fim de montar uma distribuição de probabilidade. Os resultados indicaram que: a idade ideal para corte do eucalipto foi ao sete anos, nos cenários de produção I e II; o cenário I apresentou melhor retorno do investimento; após aplicação da simulação de MC verificou-se redução de 12,39% e 20,56% do BPE no cenário I e II, respectivamente; existe uma relação negativa entre taxa de desconto e BPE, diante dos diversos cenários possíveis para taxa de desconto; maior produtividade das culturas do SASP proporcionam maior rentabilidade ao sistema; ocorreu um aumento da viabilidade financeira do sistema, à medida que foi agregado valor aos produtos; as diversas culturas do sistema impactaram de forma diferente no BPE e na viabilidade do projeto, mas o sistema deve ser avaliado como um todo; o método Monte Carlo e a análise de sensibilidade mostraram ser boas ferramentas para análise de risco do sistema agroflorestal analisado. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
The term Agroforestry System is used to denote practices that combine the systematic use of the land and technologies, in wich forest species are used in conjunction with plantings of herbaceous plants and / or animals within the same spatial arrangement or temporal. The use of SAF seeks to balance ecological and economic stimuli. The risk is important for understanding the of the production and development of AFS, and it can be influenced by meteorological phenomena, biological phenomena and the market situation. In the production process, in small farms, the main sources of uncertainty are: quantity and frequency of rainfall, production costs, selling price of products and interest rates. The work aims to conduct analysis of investment risk of an agrosilvopastoral system deployed in the southern state of Goiás, comparing two different production scenarios. The risk analysis was performed using the Monte Carlo method and sensitivity analysis (by varying the factors: the discount rate, productivity and price). A cash flow was elaborated based on annual cost and revenues data of the agricultural crops (corn and soybeans), livestock and eucalyptus plantation, using an interest rate of 6% per year. From the cash flow, it was possible to calculate the net present value (NPV) and the equivalent periodic benefit (EPB), and determine the eucalyptus’s economic rotation. It were use a total of 10000 interactions of the possible prices of the agroforestry’s products (from the time series of prices for each product) in order to establish the probability distribution. The results indicated that: the optical economic rotation of the eucalyptus plantation was found to be at seven years in both production scenarios; the scenario I presented the best return on investment; after the application of MC’s method there was a reduction of 12,39% and 20, 56% of EPB at the scenario I and II, respectively; there is a negative relationship between the discount rate and EPB, before the various possible scenarios for the discount rate; higher crop productivity of SASP provide increased profitability to the system; there was a significant increase in the economical viability of the agroforestry system, as if the forest products were added; the diverse cultures of the system impacted differently in EPB and at the economical viability of the project, but the system must be evaluated as a whole; Monte Carlo method and sensitivity analysis proved to be good tools for risk analysis of the agroforestry systems analyzed.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2014.
Aparece na Coleção:Engenharia Florestal



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons