Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/8193
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_DanielLestinge.pdf646,95 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Nova administração pública e sustentabilidade
Outros títulos: New public management and sustainability
Autor(es): Lestinge, Daniel
Orientador(es): Ávila, Mário Lúcio de
Assunto: Administração pública
Desenvolvimento sustentável
Teoria da escolha pública
Economia ambiental
Data de apresentação: 17-Abr-2014
Data de publicação: 20-Ago-2014
Referência: LESTINGE, Daniel. Nova Administração Pública e sustentabilidade. [2014]. 22 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: A Nova Administração Pública surge na Inglaterra em meados dos anos 80, buscando trazer mais transparência e eficiência a maquina pública. Essa corrente pautou o modelo de gestão de muitos países da Europa e América do Norte, e inclusive, durante alguns anos, do Brasil. A maioria dos seus seguidores observaram um aumento nos indicadores de desenvolvimento e de crescimento econômico de seus países. Todavia, esse crescimento não se dá livre de impactos negativos ao meio ambiente e à sociedade. Este artigo traz uma breve síntese do NPM e do histórico da administração pública brasileira, e busca ilustrar quais indicadores alcançaram países que seguiram ou não essa ideologia, no que concerne ao seu desenvolvimento, pegada ecológica, e performance de sustentabilidade. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The New Public Management came to light in England in the middle 80’s, seeking for accountability and efficiency in the public system. This trend guided the managerial model of several countries in Europe and North America, and even Brazil for some years. Most of its followers observed an increasement of the development indicators and an economic growth on these countries. Nevertheless, this upgrowth is not free of social and environmental negative impacts. This paper brings a short overview about NPM and the Brazilian public management history, and look for the indicators achieved by the nations that have followed this ideology or not, regarding to its development, ecological footprint, and sustainability performance.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, 2014.
Aparece na Coleção:Gestão Ambiental



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons