Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/7906
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_EmiliadeOliveiraFaria.pdf149,33 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Ações internacionais dos governos locais : Rede Mercocidades
Autor(es): Faria, Emília de Oliveira
Orientador(es): Santos, Maria Helena de Castro
Assunto: Globalização
Paradiplomacia
Relações internacionais
Data de apresentação: 21-Fev-2014
Data de publicação: 22-Jul-2014
Referência: FARIA, Emília de Oliveira. Ações internacionais dos governos locais: Rede Mercocidades. 2014. [21] f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: O processo de globalização traz consigo a participação de novos atores nas Relações Internacionais, entre eles os governos subnacionais. Dessa forma, a regionalização também abre espaço para uma atuação das unidades subnacionais, que passam a cooperar na busca de soluções para problemas locais. A discussão do artigo está estruturada por um recorte de pesquisa que investiga como a rede de cidades Mercocidades organiza sua atuação internacional e como tem sido um canal de integração da região. A Rede Mercocidades foi identificada como uma importante ferramenta de articulação política e social que aproxima os governos locais dos órgãos decisórios do Mercosul, tornando o processo de integração regional mais democrático. Os resultados apresentados demonstram ganhos para os municípios envolvidos no que diz respeito a uma maior integração por meio de projetos, termos de cooperação, simpósios, dentre outros mecanismos de apoio mútuo. Entretanto, apesar de serem significativas as conquistas da Rede Mercocidades, os desafios são ainda variados e amplos. Um deles diz respeito ao reconhecimento institucional e autonomia jurídica que são metas fundamentais para que esta Rede possa ampliar suas relações, garantindo um padrão de regionalização que contenha intensa atividade dos governos locais. Concluindo, a rede de paradiplomacia das Mercocidades, a despeito dos seus problemas e desafios, tem se revelado como um canal formal importante para se criar uma trajetória institucional de influência sobre o Mercosul, uma vez que as cidades participantes contribuem e influenciam as relações regionais entre Estados. _______________________________________________________________________ ABSTRACT
The process of globalization entails the participation of new actors in international relations, including subnational governments. Thus, regionalization also makes room for a performance of subnational units, which shall cooperate in finding solutions to local problems. The discussion of the article is structured by a research outline investigating how the network of cities Mercocidades organizes its international role and it has been a channel of regional integration. The Mercocities Network has been identified as an important tool of social and political articulation that approximates the local governments in decision-making organs of Mercosur, making the regional integration process more democratic. The results show gains for the cities involved with regard to further integration through projects, terms of cooperation, symposium, and other issues of mutual support. Despite the significant achievements of Mercocidades Network, the challenges are varied and extensive. One of them concerns about the institutional recognition and legal autonomy which are important goals for this network in order to expand their relationships, ensuring a pattern of regionalization that contains intense activity of local governments. In conclusion, the paradiplomatic network Mercocities, despite its problems and challenges, has proved to be an important formal channel to create an institutional trajectory of influence on Mercosur, since the participating cities contribute and influence the relationship between regional States.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, XV Curso de Especialização em Relações Internacionais, 2014.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons