Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/787
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2002_AndréLeonardoSoléoMiranda.pdf587,96 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Implementação de um filtro equalizador LMS num kit DSK TMS320C6711
Autor(es): Miranda, André Leonardo Soléo
Orientador(es): Nascimento, Francisco Assis de Oliveira
Assunto: Equalização adaptativa
Comunicações digitais
Processamento de sinais
Data de apresentação: Set-2002
Data de publicação: 1-Fev-2010
Referência: MIRANDA, André Leonardo Soléo. Implementação de um filtro equalizador LMS num kit DSK TMS320C6711. 2002. 54 f. Monografia (Bacharelado em Engenharia Elétrica)-Universidade de Brasília, Brasília, 2002.
Resumo: O presente trabalho trata da implementação de um equalizador adaptativo LMS no kit DSK 6711/6211 da Texas Instruments através da interface de depuração em tempo real RTDX (Real Time Extended Data – Troca de dados em tempo real), o qual pretende ter a sua implementação empregada na disciplina “Laboratório de Processamento de Sinais Digitais”. Para tanto a escolha do tema foi baseada numa experiência que tratasse de genericamente a utilização do Kit, dos conceitos de Processamento de Sinais, da facilidade de sua implementação e, sobretudo, da capacidade de atender uma demanda acadêmica de integração de uma aplicação real (baseada no kit da Texas Instruments) e a flexibilidade de uma ferramenta teórica (MATLAB Versão 6.1 da Mathworks). A implementação está baseada, portanto, em duas plataformas de geração de código fonte. A primeira, o MATLAB, tem relativo suporte acadêmico já que integra várias ferramentas computacionais chamadas de Toolboxes em único aplicativo que as pode trata integradamente no desenvolvimento acadêmico. Assim podemos manipular entidades como o cliente OLE (referida mais adiante na introdução teórica) base para a interface RTDX através do Matlab sem que o usuário tenha a ciência do que realmente estão acontecendo na integração do seu aplicativo matlab e a plataforma de desenvolvimento DSK. A segunda plataforma de geração de código-fonte é o aplicativo da Texas chamado Code Composer Studio, como o próprio nome diz, é “estúdio” de edição, ou melhor, um ambiente de desenvolvimento que integra ferramentas de depuração e geração de código, com muitas funções de API’s prontas. Além do próprio suporte da Texas que disponibiliza uma quantidade numerosa de códigos típicos de DSP’s, além de outros mais.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Elétrica, 2002.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2002.09.TCC.787
Aparece na Coleção:Engenharia Elétrica



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.