Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6953
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_LaysBatistaMartinsLeite.pdf631,62 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Atividades lúdicas no ensino de biologia para alunos que cumprem medida socioeducativa de internação : o despertar para o conhecimento científico
Autor(es): Leite, Lays Batista Martins
Orientador(es): Oliveira, Cynthia Bisinoto Evangelista de
Assunto: Atividades lúdicas
Biologia - estudo e ensino
Medidas socioeducativas
Educação do adolescente
Data de apresentação: 11-Dez-2013
Data de publicação: 30-Jan-2014
Referência: LEITE, Lays Batista Martins. Atividades lúdicas no ensino de biologia para alunos que cumprem medida socioeducativa de internação: o despertar para o conhecimento científico. 2013. 31 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Naturais)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2013.
Resumo: No contexto escolar, o professor é o principal agente do processo de transmissão e apropriação dos conhecimentos, é o mediador do aprendizado, e é o seu papel promover um ensino de qualidade e incentivar o pleno desenvolvimento dos alunos. Visando a eficácia do ensino-aprendizagem, juntamente com um professor de biologia de uma escola inserida em uma Unidade de Internação de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação, foi desenvolvida a prática de atividades lúdicas. Buscando favorecer a motivação e interação dos discentes, para que os mesmos tenham acesso aos conteúdos e metodologias diferenciadas, a fim de construir uma relação de autoconfiança com o conhecimento. Diante desse pressuposto, o presente estudo foi uma pesquisa-intervenção, assumindo o compromisso com a construção do conhecimento, assessorando o professor da Unidade no planejamento e desenvolvimento de novas estratégias metodológicas. Tal proposta ocorreu com uma turma do 1º ano do Ensino Médio, sendo aplicadas cinco aulas com apoio de recursos lúdicos, como um jogo e produção de modelos. Para avaliar a aceitação das atividades foram realizadas entrevistas semiestruturadas com o professor e alunos. Os dados obtidos salientam que essas ferramentas metodológicas contribuem na facilitação do aprendizado, e propiciam momentos descontraídos e de interação com a turma, professor e conhecimento científico, além de cooperar para construção de valores.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Ciências Naturais, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Naturais



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons