Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6927
Título: (Re) Inserção social : perspectiva do interno da Ala de Tratamento Psiquiátrico – Distrito Federal
Autor(es): Oliveira, Maria Julia Lopes
Orientador(es): Santos, Josenaide Engracia dos
Assunto: Loucura
Reintegração social
Representações sociais
Reforma psiquiátrica
Hospitais psiquiátricos
Data de apresentação: 18-Dez-2013
Data de publicação: 29-Jan-2014
Referência: OLIVEIRA, Maria Julia Lopes. (Re)Inserção social: perspectiva do interno da Ala de Tratamento Psiquiátrico – Distrito Federal. 2013. 44 f. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: No final da Idade Média e início da idade moderna na mesma lógica excludente que sofreu a lepra e as doenças venéreas surgiram os primeiros dados de exclusão de pessoas com sofrimento mental. O presente estudo teve como objetivo compreender a perspectiva do sujeito coletivo quanto a sua (re) inserção social. Estudo qualitativo com abordagem teórica metodológica da representação social por meio do discurso do sujeito coletivo-DSC, que permite que se conheçam os pensamentos, representações, crenças e valores de uma coletividade sobre um determinado tema utilizando-se de métodos científicos. Instrumento de coleta de dados, entrevista semiestruturada. . Foram realizadas cinco entrevistas com indivíduos da Ala de Tratamento Psiquiátrico do Distrito Federal. Análise de dados. Foi utilizado o DSC, que foi trabalhado algumas figuras metodológicas. A primeira delas são as expressões-chave (E-Ch), que se constituem de pedaços, trechos ou transcrições literais do discurso, sublinhadas pelo pesquisador e que revelam a essência do depoimento. As E-Ch são a matéria-prima para a construção dos Discursos do Sujeito Coletivo. A próxima é a ideia central (IC), que constitui uma expressão linguística que revela e descreve, da maneira mais sintética de cada um dos discursos analisados e de cada conjunto homogêneo de E-Ch, que vai dar nascimento, ao DSC. Considerações finais: A (re) inserção social na perspectiva do interno da ATP é um pedido de chance, independente do diagnóstico, uma chance, independente da pericia, uma chance, independente da sentença, uma chance. Apenas o suplicio de uma chance. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
In the late Middle Ages and early Modern Period, in the same exclusionary logic that suffered leprosy and venereal diseases were the first data exclusion of people with mental suffering. The present study aimed to understand perspective the collective subject as its social (re) integration. Qualitative study with methodological theoretical approach to social representation through collective discourse of subject-DSC, which enables you to know the thoughts, representations, beliefs and values of a community on a particular topic using scientific methods. Instrument to collect data, semi-structured interview. Five interviews with individuals Psychiatric Care Ward of the Federal District were made. Data Analysis. DSC, which was worked some methodological approaches was used. The first of these are the key expressions (E-Ch), which constitute the pieces, excerpts or literal transcriptions of speech, underlined by the researcher and that reveal the essence of the testimony. The E-Ch are the raw material for the construction of the Collective Subject Discourse. The(re) integration in the internal perspective of ATP is an application of chance, independent of the diagnosis, a chance, regardless of skill, chance, regardless of the sentence, a chance. Just plead a chance.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Terapia Ocupacional, 2013.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_MariaJuliaLopesOliveira.pdf853.82 kBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons