Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6889
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_ThaisHallOliveira.pdf295,59 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Parque Nacional Grande Sertão Veredas : o papel da população tradicional na conservação e nas decisões políticas sobre os rumos de seus territórios naturais
Autor(es): Oliveira, Thaís Hall
Orientador(es): Tamaio, Irineu
Assunto: Unidades de conservação da natureza
Conservação da natureza
Política ambiental
Ciências - estudo e ensino
Data de apresentação: 11-Dez-2013
Data de publicação: 23-Jan-2014
Referência: OLIVEIRA, Thaís Hall. Parque Nacional Grande Sertão Veredas: o papel da população tradicional na conservação e nas decisões políticas sobre os rumos de seus territórios naturais. 2013. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Naturais)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2013.
Resumo: O meio ambiente tem sido afetado pela exploração desenfreada de recursos naturais. No Bioma Cerrado o processo de degradação tem sido acelerado e a ameaça de extinção de espécies tem provocado a criação de Unidades de Conservação (UCs). Porém, estas iniciativas costumam gerar conflitos entre as partes envolvidas, revelando duas compreensões políticas sobre a constituição de uma UC: a percepção preservacionista e a conservacionista. Essa pesquisa busca analisar e problematizar como essas duas leituras, ao serem campo de disputa e colocadas em prática na implementação de uma UC, repercutem no envolvimento da população do entorno na gestão dessa área. Esse trabalho também se propõe a refletir no campo da educação básica o papel do professor de ensino de ciências acerca dos olhares e percepções sobre o povoamento em Unidades de Conservação. O caso analisado foi a retirada da população tradicional de Veredeiros da área do Parque Nacional Grande Sertão Veredas (MG) e a repercussão junto aos grupos sociais que vivem em seu entorno. No âmbito metodológico, essa pesquisa pode ser reconhecida como qualitativa. Foram realizadas entrevistas com 11 lideranças locais. A análise dos dados mostra que o Parque Nacional Grande Sertão Veredas foi criado graças à conservação exercida pelos moradores que há gerações ocupavam aquele território. A pesquisa revela que o embasamento na corrente preservacionista, na criação de uma UC, desconsidera o envolvimento das populações tradicionais e, consequentemente, deslegitima essa área diante desses povos e da população do entorno.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Ciências Naturais, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Naturais



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons