Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6592
Título: Eu sou artesanato! : tecelagem, mobiliário e marca
Autor(es): Vasconcelos, Marcela Moraes de
Orientador(es): Camara, Rogerio José
Assunto: Desenho industrial
Identidade visual
Marca de produtos
Mobiliário
Artesanato
Tecelagem manual
Data de apresentação: 15-Jul-2013
Data de publicação: 20-Nov-2013
Referência: VASCONCELOS, Marcela Moraes de. Eu sou artesanato!: tecelagem, mobiliário e marca. 2013. 102 f., il. Monografia (Bacharelado em Desenho Industrial)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: O projeto visou o desenvolvimento de uma linha de produtos com a utilização de tecelagem manual, principal forma de trabalho do Instituto de Assistência Social Maria do Barro, e a sua diferenciação e consequente valorização no mercado. Para tanto, previu-se o desenvolvimento de uma identidade visual para os produtos, com o objetivo de destacar a importância do artesanato para a economia brasileira e o valor cultural embutido nesse tipo de trabalho. Também em busca de uma identidade visual e cultural para o grupo, foram estudadas novas padronagens a serem aplicadas à tecelagem, com referências visuais do contexto local. Com o objetivo fundamental da promoção social das artesãs, foi utilizada uma metodologia que englobou um processo de imersão na realidade do Instituto, incluindo visitas, entrevistas e oficinas, e outro de pesquisa, nos quais foram analisados grupos de tecelagem do DF e de outros estados, o contexto de cada um deles e o do próprio Instituto, o uso do tear de pedal, materiais e técnicas existentes, bem como peças de mobiliário e marcas utilizadas por grupos e programas de artesanato. O projeto, até o momento em que foi registrado, contou com o desenvolvimento de duas linhas de mobiliário, com três peças cada, que utilizam tecelagem em sua estrutura, o desenho de novas padronagens, para as quais foi feita uma fase inicial de testes de produção, e a criação de uma marca para a qual foram estudadas duas aplicações iniciais. Como considerações finais, tem-se que, tendo os produtos físicos alcançado as expectativas iniciais dentro das limitações existentes, o resultado maior deste projeto se configura como um produto intangível, na exploração de algumas das relações possíveis entre designers e artesãos, as diferentes vertentes de colaboração entre essas duas profissões e o registro de algumas das dificuldades, dos parâmetros e dos ganhos do trabalho conjunto.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, 2013. Habilitações em Projeto do Produto e Programação Visual.
Coorientador(es): Queiroz, Shirley Gomes
Aparece na Coleção:Desenho Industrial - Programação Visual
Desenho Industrial - Projeto do Produto

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_MarcelaMoraesDeVasconcelos_Projeto.pdf2,09 MBAdobe PDFver/abrir
2013_MarcelaMoraesDeVasconcelos.pdf28,32 MBAdobe PDFver/abrir


Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons