Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6567
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_JulianaChrisostomoDeAlmeida.pdf2,75 MBAdobe PDFver/abrir
Registro completo
Campo Dublin CoreValorLíngua
dc.contributor.advisorVicente, Helena da Silva Guerra-
dc.contributor.authorAlmeida, Juliana Chrisóstomo de-
dc.identifier.citationALMEIDA, Juliana Chrisóstomo de. Um estudo das estruturas clivadas do português. 2011. 50 f., il. Monografia (Licenciatura em Letras – Português)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.en
dc.descriptionMonografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, 2011.en
dc.description.abstractO presente trabalho, cujo embasamento teórico foi construído a partir de estudos e análises de autores gerativistas, tem como objetivo realizar um estudo sobre as estruturas clivadas no Português do Brasil. Intenciona-se também verificar e descrever como e se o fenômeno é tratado pelas gramáticas tradicionais (GT’s) já que estas possuem um caráter bastante deficitário no que concerne à abordagem não só de questões sintáticas, que são o foco do presente trabalho, mas também à concepção de critérios morfológicos e semânticos. Partindo-se do pressuposto de que a clivagem é um fenômeno produtivo na Língua Portuguesa oral, objetiva-se, a partir da coleta de dados da “Revista Veja”, verificar se ela também ocorre na língua escrita.en
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.subject.keywordLíngua portuguesa - sintaxeen
dc.subject.keywordLíngua portuguesa - gramáticaen
dc.titleUm estudo das estruturas clivadas do portuguêsen
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Licenciaturaen
dc.date.accessioned2013-11-18T14:05:20Z-
dc.date.available2013-11-18T14:05:20Z-
dc.date.issued2013-11-18T14:05:20Z-
dc.date.submitted2011-12-12-
dc.identifier.urihttp://bdm.unb.br/handle/10483/6567-
dc.language.isoPortuguêsen
Aparece na Coleção:Letras - Português



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons