Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6145
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_TalitadeSouzaLourenco.pdf512,53 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Fatores ambientais de risco para quedas em idosos
Autor(es): Lourenço, Talita de Souza
Orientador(es): Stival, Marina Morato
Assunto: Acidentes domésticos
Idosos - saúde
Idosos - quedas
Data de apresentação: 9-Jul-2013
Data de publicação: 26-Set-2013
Referência: LOURENÇO, Talita de Souza. Fatores ambientais de risco para quedas em idosos. 2013. 45 f., il. Monografia (Bacharelado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Objetivou-se avaliar os fatores ambientais de risco para quedas em domicílios de idosos moradores de Ceilândia-DF. Trata-se de uma pesquisa quantitativa do tipo descritiva exploratória com delineamento transversal, realizada com 191 idosos de Ceilândia que responderam ao inquérito domiciliar do Projeto SABE. Uma análise descritiva foi realizada. Dos 191 idosos entrevistados, a maioria foi do sexo feminino, com idade entre 60 e 65 anos, aposentados, com renda de um a dois salários mínimos e morando com três a quatro pessoas na casa. Em relação aos fatores de risco, a maioria dos idosos deambula, tem por costume ir ao quintal, utilizam chinelos/tamancos durante o dia e a noite, não possuem apoio para entrar/sair do banheiro, tapetes de borracha ou piso antiderrapante no banheiro, barras de apoio no banheiro. As ruas de acesso das casas são planas e não possuem rampa. É possível observar que o trabalho dos profissionais de saúde deve ser voltar para o auxílio de ações que adaptem o ambiente para o idoso e tenham como co-participante o familiar deste, como alicerce dessas mudanças de atitude e do ambiente, sendo assim uma ação conjunta e integrada as necessidade e condições biopsicossociais do idoso. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This study aimed to assess the environmental risk factors for falls in elderly residents of households Ceilândia-DF. This is a quantitative survey of the descriptive exploratory crosssectional, conducted with 191 elderly Ceilândia the surveyed household Project SABE. A descriptive analysis was performed. Of the 191 subjects interviewed, the majority were female, aged between 60 and 65 years, retired with an income of two minimum wages and living with three to four people in the house. Regarding risk factors, most seniors wander, is custom to go to the backyard, use slippers / clogs during the day and night, does not have support for enter / exit the bathroom, rubber mats or non-slip floor in the bathroom (65, 4%), grab bars in the bathroom. The access roads to the houses are flat and have no ramp. It can be seen that the work of health professionals should be back to the aid of actions that adapt the environment to the elderly and have co-participant to this family as the foundation of these changes in attitude and environment, so a joint and integrated the biopsychosocial needs and conditions of the elderly.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Curso de Enfermagem, 2013.
Aparece na Coleção:Enfermagem



Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.