Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/6065
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_PatriciaNabucoMartuscelli.pdf950,51 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Derramamentos nucleares e os direitos das crianças : os casos de Chernobyl e Fukushima
Autor(es): Martuscelli, Patrícia Nabuco
Orientador(es): Fonseca, Fúlvio Eduardo
Assunto: Desastres
Chernobyl, Acidente nuclear de, Ucrânia, 1986
Acidentes radioativos
Direitos das crianças
Direito ambiental
Data de apresentação: 21-Jun-2013
Data de publicação: 18-Set-2013
Referência: MARTUSCELLI, Patrícia Nabuco. Derramamentos nucleares e os direitos das crianças: os casos de Chernobyl e Fukushima. 2013. 162 f., il. Monografia (Bacharelado em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Desastres ambientais apresentam danos para o meio ambiente e para os seres humanos, principalmente para grupos vulneráveis como as crianças. Utilizando a convergência entre a proteção dos direitos ambientais e dos direitos das crianças, este trabalho pretende analisar os impactos de acidentes nucleares com causas antrópicas (excluindo o uso de armas e liberações radioativas fora de usinas nucleares) no meio ambiente e suas violações aos direitos das crianças, com o estudo dos casos de Chernobyl (por ser o mais emblemático) e de Fukushima (por ser o mais recente) e também como a comunidade internacional reage a isso, de modo a ressaltar que os aprendizados realizados após Chernobyl foram aplicados para responder a Fukushima, o que possibilitou que menos crianças tivessem seus direitos violados. Apesar de no primeiro caso ser possível observar a expressa falha humana que resultou na explosão do reator, no segundo caso, a negligência humana quanto à possibilidade de um desastre natural impediu que a usina de Fukushima estivesse preparada para o tsunami, o que teria evitado o derramamento nuclear. __________________________________________________________________________ ABSTRACT
Environmental disasters cause damages to the environment and the human beings, especially to vulnerable groups such as children. This work, with the use of the convergence between the protection of the environmental rights and the protection of the child’s rights, analyses the impacts of nuclear accidents with anthropic causes (excluding the use of atomic weapons and radioactive releases outside nuclear plants) in the environment and their consequences for the rights of the children, focusing on the cases of Chernobyl (the most serious in history) and Fukushima (the latest one) and how the international community reacted in these two situations. The main purpose is to show that the lessons learned after Chernobyl were applied to deal with Fukushima’s effects, and this have made possible that less children had their rights violated. In the first case, it is possible to see the human flaw which allowed the reactor explosion. In the second accident, the human negligence regarding the possibility of a great natural disaster prevented the Fukushima’s plant to be prepared for a tsunami. If the plant was designed to endure a tsunami, the nuclear release would not have occurred.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Graduação em Relações Internacionais, 2013.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Graduação



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons