Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/5891
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_FilipeAndreAraujoDeOliveira.pdf6,6 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Análise tafonômica de coprólitos da região de Peirópolis, Minas Gerais, Grupo Bauru (Cretáceo Superior)
Autor(es): Oliveira, Filipe André Araújo de
Orientador(es): Santucci, Rodrigo Miloni
Assunto: Tafonomia
Fósseis
Data de apresentação: Jul-2013
Data de publicação: 20-Ago-2013
Referência: OLIVEIRA, Filipe André Araújo de. Análise tafonômica de coprólitos da região de Peirópolis, Minas Gerais, Grupo Bauru (Cretáceo Superior). 2013. 40 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Naturais)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2013.
Resumo: A região de Peirópolis em Minas Gerais, local onde podem ser encontradas rochas do Grupo Bauru, Formação Marília, Membro Serra da Galga contém diversos fósseis de vertebrados datados do Cretáceo Superior. Associados a estes fósseis também são encontrados uma grande quantidade de coprólitos. Amostras de coprólitos foram coletadas, preparadas e analisadas tafonomicamente a fim de se entender sua história de acumulação e preservação. Este estudo apontou que devido a algumas características morfológicas dos coprólitos (marcas de desgaste, marcas de seixos e marcas de ressecamento), parece ter ocorrido mistura temporal e espacial com o material e, consequentemente com os fósseis de vertebrados associados aos coprólitos. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
The region of Peirópolis in Minas Gerais, where rocks of the Bauru Group, Marília Formation, Sierra Galga Member crop out contains several vertebrate fossils dating from the Late Cretaceous. Also a large amount of coprolites associated with these fossils were also found. Cropolite samples were collected, prepared, and taphonomicaly studied in order to understand their depositional history. We found in this study that, because of some morphological characteristics of the coprolites (wear marks, pebble marks, and desiccation marks), it seems they underwent temporal and spatial mixing, and consequently, the same would have hold true with vertebrate fossils associated with them.
Informações adicionais: Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Licenciatura em Ciências Naturais, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Naturais



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons