Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/5793
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_HeitordeOliveiraAlves.pdf316,35 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Novo-desenvolvimentismo e sócio-desenvolvimentismo : sustentabilidade do crescimento?
Autor(es): Alves, Heitor De Oliveira
Orientador(es): Oreiro, José Luís da Costa
Assunto: Desenvolvimento econômico
Desenvolvimento sustentável
Data de apresentação: 19-Jul-2013
Data de publicação: 7-Ago-2013
Referência: ALVES, Heitor De Oliveira. Novo-desenvolvimentismo e sócio-desenvolvimentismo: sustentabilidade do crescimento? 2013. [55] f. Monografia (Bacharelado em Ciências Econômicas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: Duas novas interpretações do desenvolvimentismo passam a ser debatidas como estratégias econômicas para o Brasil em substituição a corrente neoliberal. O Novo Desenvolvimentismo e o Sócio Desenvolvimentismo são estratégias de desenvolvimento com diversas propostas, mas se diferem, principalmente, pela ênfase no fator responsável por dinamizar o crescimento da economia. No caso, o primeiro defende que dinâmica dar-se-á pela demanda externa, enquanto o segundo, pela demanda interna. Dessa forma, o trabalho procura apresentar as duas estratégias, com a finalidade de analisar se as dinâmicas de crescimento propostas são sustentáveis no longo prazo. _________________________________________________________________________ ABSTRACT
Two new interpretations about developmentalism begin to be discussed as an economic strategies for Brazil in replacementto the neoliberal thought. The New Developmentalism and Socio Developmentalism are development strategies with many proposals, but differ primarily by the emphasis on the factor responsible for boosting economic growth. In this case, the first argues that dynamic works through foreign demand, while the second, by domestic demand. Thus, the work seeks to present the two strategies, in order to examine whetherthe growth dynamics are sustainable in the long term.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Economia, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Econômicas



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons