Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/5727
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_RodrigoFonsecadeMagalhaes.pdf1,21 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Taxa natural de juros e dinâmica monetária : uma leitura crítica a partir da controvérsia Hayek-Sraffa
Autor(es): Magalhães, Rodrigo Fonseca de
Orientador(es): Oreiro, José Luís da Costa
Assunto: Economia - história
Taxas de juros
Ciências Econômicas
Wicksell, Knut, 1851-1926
Hayek, Friedrich A. von (Friedrich August), 1899-
Data de apresentação: 8-Mar-2013
Data de publicação: 23-Jul-2013
Referência: MAGALHÃES, Rodrigo Fonseca de. Taxa natural de juros e dinâmica monetária: uma leitura crítica a partir da controvérsia Hayek-Sraffa. 2013. ix, 92 f., il. Monografia (Bacharelado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: A presente monografia busca apresentar a temática wickselliana – a dinâmica monetária através da interação das taxas natural e monetária de juros – fundamentando-a de acordo com a teoria do capital de Bohm-Bawerk. Será argumentado que o elo que constitui o programa de pesquisa da tradição pós-wickselliano se dá no estudo dos mecanismos de ajuste de longo prazo que garantem o restabelecimento do equilíbrio entre poupança e investimento – e por conseguinte entre oferta e demanda agregadas – conforme a convergência da taxa de juros de mercado à taxa natural. Nesse contexto, será apresentado a controvérsia entre Frederich Von Hayek e Piero Sraffa, acerca da teoria dos ciclos econômicos austríaca. Será argumentado que o ocaso da tradição pós- wiciselliana e a emergência do principio da demanda efetiva pode ter como base a crítica elabora por Sraffa ao conceito de taxa natural de juros e ao papel desempenhado por ela.
Abstract: The present monography seeks to introduce to the wicksellian theme – the monetary dynamics through the interaction of the natural and monetary rates of interests – basing it accordingly with Bohn-Bawerk´s theory of capital. It will be shown that the link which constitutes the research program of the post-wicksellian tradition resides in the mechanism of long term which enables the equilibrium between savings and investment – and, hence, between aggregates demand and supply – as the market rate of interest converges to its natural value. In this context, will be shown the controversy between Frederich Von Hayek and Piero Sraffa, over the Austrian Economic Business Cycle. It will be argued that the decline of the post-wicksellian tradition and the birth of the Principle of Effective Demand can be found in the criticism elaborated by Sraffa to the concept of natural interest rate and its role in macroeconomic theory.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, 2013.
Aparece na Coleção:Ciências Econômicas



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons