Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/5520
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_HadamoFernandesdeSouza.pdf491,6 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Educação física no ensino médio : só para rapazes?
Autor(es): Souza, Hadamo Fernandes de
Orientador(es): Soares, José Manoel Montanha da Silveira
Assunto: Educação física (Ensino médio)
Evasão escolar
Motivação na educação
Data de apresentação: 2012
Data de publicação: 2-Jul-2013
Referência: SOUZA, Hadamo Fernandes de. Educação física no ensino médio: só para rapazes?. 2012. x, 58 f. Monografia (Licenciatura em Educação Física)—Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Alto Paraíso de Goiás-GO, 2012.
Resumo: A problemática que envolve a questão de gênero na Educação Física escolar justifica a escolha do tema de estudo, tendo em vista que o mesmo faz parte do contexto da maioria das escolas. Os objetivos que delimitaram o foco da pesquisa foram: analisar quais os fatores que contribuem para a evasão das alunas das aulas de Educação Física no Ensino Médio; identificar os motivos que causam a auto-exclusão das aulas e enumerar quais são as atividades mais valorizadas pelas alunas. Buscando respostas para os questionamentos, realizou-se revisão na literatura, que subsidiou bases teóricas, análise e reflexão crítica sobre a problemática. A análise de publicações nas duas últimas décadas nos permite tecer algumas considerações: a falta de proposta teórico-metodológica voltada para essa clientela específica, pode ser um indicativo para a predominância da esportivização nas aulas de Educação Física, o que incide nos altos índices de insatisfação das alunas do Ensino Médio desencadeando na auto-exclusão das mesmas de atividades desenvolvidas pelos professores da área. Resultados bem próximos foram alcançados na pesquisa de campo envolvendo alunas do Ensino Médio do Centro Educacional Pompílio Marques de Souza na cidade de Planaltina – DF, em que encontramos um índice de 31% das alunas mencionaram o fato de prática excessiva de esportes. A partir dessa constatação, acredita-se ser necessário refletir e discutir, respaldados por argumentos sólidos, a necessidade de uma re-organização curricular em Educação Física que aponte quais conteúdos seriam relevantes para a construção de uma identidade escolar, e que, sobretudo, seja motivadora, através de uma abordagem mais significativa para cada nível de ensino. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The issue involves the question of gender in school physical education justifies the choice of subject of study in order that it is part of the context of most schools. The goals that delimited the focus of the research were to analyze which factors contribute to the avoidance of the students of physical education classes in high school, to identify the reasons that cause the self-exclusion list of classes and what are the activities most valued by students. Seeking answers to the questions, was held in the literature review, which subsidized theoretical, critical analysis and reflection on the problem. The analysis of publications in the last two decades allows us to make some considerations: the lack of theoretical and methodological proposal focused on this specific clientele, might be indicative of the predominance of sportivization in physical education classes, which focuses on high levels of dissatisfaction of high school students in triggering self-exclusion of these activities developed by teachers in the area. Results were achieved in the very near field research involving students of the School of Educational Center Pompílio Marques de Souza in the city of Planaltina - DF, where we found a rate of 31% of the students mentioned the fact that excessive practice of sports. From this evidence, it is believed to be necessary to reflect and discuss, backed by solid arguments, the need for a re-organization of the curriculum in Physical Education that point what content would be relevant for the construction of a school identity and, above all, be motivating through a more meaningful for each grade level.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Curso de Licenciatura em Educação Física, Universidade Aberta do Brasil, Pólo de Alto Paraíso de Goiás-GO, 2012.
Aparece na Coleção:Educação Física



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons