Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/531
Título: O impacto do turismo na identidade local : um estudo de caso – Pirenópolis – GO
Autor(es): Pereira, Rubia Cynara de Magalhães
Orientador(es): Pádua, Suzana Machado
Assunto: Turismo
Ecoturismo
Comunidade local
Pirenópolis (GO)
Data de apresentação: 26-Mai-2003
Data de publicação: 11-Ago-2009
Referência: PEREIRA, Rubia Cynara de Magalhães. O impacto do turismo na identidade local: um estudo de caso – Pirenópolis – GO. 2003. 53 f. Monografia (Especialização em Ecoturismo)-Universidade de Brasília, Brasília, 2003.
Resumo: A identidade de um povo é constituída no eterno movimento de trocas com o outro, com aquilo que é diferente. Ela se constitui e reconstitui não apenas no que se assemelha mas por contraste. De modo análogo, o turismo representa uma troca – o “trade off”. Nesse processo de troca, o turista visita uma localidade para conhecer, para passear, ou descansar e deixa parte de sua cultura no local e leva parte da que visita consigo. Essa troca pode ser positiva para ambos os lados, dependendo da maneira como for planejado, implantado ou monitorado. O ecoturismo é uma atividade sustentável e, por se preocupar com a preservação do patrimônio cultural e natural, diferencia-se do turismo predatório, pois incentiva sua conservação através da interpretação do ambiente e ação educativa do visitante e promove o bem estar das populações envolvidas. No entanto, o que se observa em muitos lugares, e também em Pirenópolis, é uma utilização indiscriminada da terminologia sem a observação das premissas implícitas no conceito produzindo impactos negativos nos modos de vida e cultura peculiares das populações autóctones. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The identity of a group of people consists of an endless process of exchange of that which is different from the group. It is built and rebuilt not only with what is alike but also with what is contrasting. Similarly, the tourism represents an exchange – a trade off. In the exchange process, a tourist visit a place to get to know it, to promenade or to rest and leaves part of his own culture there and takes part of the local culture with himself. This interchange can be positive to both sides depending on how tourism is planned, established and controled. Ecotourism is a sustainable activity and because it is concerned with the preservation of the natural and cultural heritage, it differs from the tourism that is predatory, as it encourages its conservation through. the environmental interpretation and education of the visitor and through the promotion of the well being of the involved localities. However, what is seen in many places and also in Pirenópolis, is the indiscriminate use of the terminology (ecotourism) with no respect of its premises, causing negative impacts in the way of life and in the singular culture of the population autochthonus.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2003.
Aparece na Coleção:Ecoturismo

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2003_RubiaCynaraMagalhaesPereira.pdf162.31 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.