Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/5176
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_KerolymAmaralMadrilis.pdf434,59 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Concepção teórico-metodológica da educação profissional no SENAI: teoria do capital humano e/ou trabalho como princípio educativo?
Autor(es): Madrilis, Kerolym Amaral
Orientador(es): Rêses, Erlando da Silva
Assunto: SENAI
Capital humano
Educação para o trabalho
Ensino profissional
Data de apresentação: 8-Fev-2013
Data de publicação: 24-Mai-2013
Referência: MADRILIS, Kerolym Amaral. Concepção teórico-metodológica da educação profissional no senai: teoria do capital humano e/ou trabalho como princípio educativo? 2013. 61 f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: A Educação Profissional do SENAI sempre foi referência na capacitação e qualificação de pessoas para o trabalho. Desde o seu surgimento até os dias atuais, o SENAI busca alinhar os estudos de formação básica à produção de mão de obra qualificada para atender as necessidades da indústria brasileira e promover o crescimento da economia do país. Diante do exposto, a presente pesquisa buscou analisar a relação da Educação Profissional com o Sistema S e com a teoria do capital humano e/ou com o trabalho como princípio educativo, tendo em vista a sua inserção no sistema capitalista e seus ideais sociais. O principal objetivo da pesquisa é investigar se a Educação Profissional do SENAI visa à formação integral do indivíduo a partir do trabalho, ou se o se é apenas um meio para que os sistemas de produção tenham a quantidade de mão de obra necessária para se perpetuar. Para a realização desta pesquisa, fez-se uso do método de pesquisa qualitativa e da técnica de análise documental acerca de trabalhos de pesquisadores como Frigotto (1984), Manfredi (2002), Saviani (1989) da área de Educação e Trabalho e do programa de desenvolvimento institucional do SENAI. A análise e reflexão a cerca desses documentos, do sistema capitalista no qual nos inserimos e da responsabilidade mínima do Estado diante das questões sociais foi possível concluir que a Educação Profissional do SENAI tem uma relação intrínseca com a teoria do capital humano, tornando-se capaz de alienar o homem e reduzi-lo a força de trabalho necessária para manutenção do sistema.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2013.
Aparece na Coleção:Pedagogia



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons