Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/496
Título: O ecoturismo como agente transformador da gestão econômica e social dos Parques Nacionais do Brasil
Autor(es): Martensen, Marina Campedelli
Orientador(es): Nogueira, Jorge Madeira
Assunto: Parques ecológicos
Sustentabilidade
Ecoturismo
Turismo sustentável
Data de apresentação: Set-2006
Data de publicação: 5-Ago-2009
Referência: MARTENSEN, Marina Campedelli. O ecoturismo como agente transformador da gestão econômica e social dos Parques Nacionais do Brasil. 2006. 51 f. Monografia (Especialização em Economia do Turismo)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Resumo: A presente monografia aborda a importância do ecoturismo como agente transformador da gestão econômica e social de Parques Nacionais. Analisa alternativas de sustentabilidade e rentabilidade econômica para as Unidades de Conservação, por meio de ferramentas para a geração de receita para a unidade e comunidade do entorno. Este estudo analisa a importância econômica de um PN, desde suas riquezas naturais, seu desenvolvimento sócio econômico, até as dificuldades de financiamento para a conservação e preservação do seu ecossistema. Desta maneira discutem-se alternativas e experiências bem sucedidas na gestão do ecoturismo em PN, favorecendo ferramentas de autofinanciamento, como taxas de arrecadação e desenvolvimento sustentável. Analisando os pontos positivos existentes em Parques Nacionais estrangeiros e no Parque Nacional do Iguaçu, especialmente no que se refere às principais finalidades sociais e formas de obtenção dos recursos financeiros. Averigua, também, pesquisas e práticas de turismo sustentável adotadas na Itália, observadas através de algumas bibliografias disponíveis sobre o assunto. Uma alternativa proposta neste trabalho é a implementação de ferramentas rentáveis para auxiliarem a gestão econômica e social do ecoturismo em Parques Nacionais Brasileiros.
Abstract: The present monograph focuses the importance of Eco-tourism as a transforming activity for the financial and social management of National Parks. It analizes alternatives to financial sustainability and profitability for Preservation Units by means of options for generation of income for the unit and its natural resources, its socio-economical development and also for managing difficulties in providing money resources for the maintenance and preservation of its ecosystem. Here we debate alternatives and successful experiments in the management of Eco-tourism in National Parks, specially focusing self-financing practice such as the charging of fees and sustainable development. Positive aspects concerning management systems in foreign national parks and in “Parque Nacional do Iguaçú” ( National Park of Iguazu) specially referring to social aims and ways for providing financial resources are also discussed here. Research and the practice of sustainable tourism in use in Italy have also been studied from some available bibliography on the subject. The purpose of this paper is the carrying out of the implement of profitable tools to aid socio-economical management in Brazilian National Parks.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2006.
Aparece na Coleção:Economia do Turismo

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_MarinaCampedelliMartensen.pdf377.78 kBAdobe PDFver/abrir


Todos os itens na BDM estão protegidos por copyright. Todos os direitos reservados.