Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/4634
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_ThamiresFrancelinoMendoncadeMelo.pdf1,59 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Influência da educação integral no desenvolvimento neuropsicomotor de crianças em idade escolar
Autor(es): Melo, Thamires Francelino Mendonça de
Orientador(es): Pontes, Tatiana Barcelos
Assunto: Crianças - desvios do desenvolvimento
Capacidade motora nas crianças
Educação integral
Crianças - desenvolvimento
Data de apresentação: 20-Dez-2012
Data de publicação: 20-Mar-2013
Referência: MELO, Thamires Francelino Mendonça de. Influência da educação integral no desenvolvimento neuropsicomotor de crianças em idade escolar. 2012. 64 f., il. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Ceilândia, 2012.
Resumo: Introdução: O desenvolvimento humano é influenciado por fatores ambientais, psicossociais e biológicos. Devido a esta interação, os indivíduos possuem um tempo próprio para o desenvolvimento e aquisição de habilidades. Quando essa variação individual se mostra distante dos limites considerados normais, é caracterizada como um desvio. Muitas vezes, esses desvios estão associados a desordens neurológicas, porém há casos em que as dificuldades motoras apresentam-se isoladamente, caracterizando o Transtorno de Desenvolvimento da Coordenação. Objetivos: Conhecer o desenvolvimento neuropsicomotor de crianças entre 7 e 10 anos de idade, matriculados em uma escola pública do Distrito Federal, que participam do programa de educação integral e crianças que cursaram apenas o ensino regular. Verificar a prevalência de TDC entre essas crianças e avaliar a influência dos componentes de desempenho sobre o desenvolvimento motor relacionado ao TDC. Metodologia: A amostra foi constituída por 50 crianças, divididas em dois grupos de acordo com o tipo de educação recebida (Regular ou Integral). Para avaliar o desenvolvimento neuropsicomotor foi utilizado o teste ABC do movimento. O Critério de Classificação Econômica Brasil foi utilizado para caracterização socioeconômica da população. A prevalência de Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação foi calculada de acordo com os resultados do teste ABC do movimento. A relação entre o tipo de educação e o desenvolvimento motor foi analisada pelo teste de Mann-Whitney e a relação entre componentes de desempenho foi analisada pelo Coeficiente de Correlação de Spearman. O trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Faculdade de Saúde da Universidade de Brasília, nº 182/11. Resultados: A prevalência de TDC entre as crianças avaliadas foi de 8%. A análise pelo teste de Mann-Whitney mostrou que não há relação significativa entre as variáveis tipo de educação e desempenho motor das crianças. Observou-se forte correlação entre o componente destreza manual e presença de TDC. Crianças do sexo masculino apresentaram risco maior para TDC (p=0,041). Conclusão: Os achados são condizentes com estudos realizados anteriormente. Não houve relação significativa entre o tipo de educação recebida pelas crianças e o desenvolvimento motor avaliado. Contudo, os achados deste estudo sugerem a necessidade de uma avaliação do programa de educação integral, uma vez que as ações desenvolvidas não tem contribuído para um melhor desenvolvimento motor das crianças atendidas por esta modalidade de ensino. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: Human development is influenced by environmental, biological and psychosocial factors. Due to this interaction, individuals have a proper time for the development and acquisition of motor skills. When this individual variation is under limits considered normal, it is characterized as a disturbance. Often these deviations are associated with neurological disorders, but there are cases where the motor difficulties are presented separately, characterizing the Developmental Coordination Disorder (DCD). Objectives: To observe the neuropsychomotor development of children between 7 and 10 years of age, enrolled in a public school at Federal District of Brazil, participating in the full-time school program and children who attend to a regular school. To investigate the prevalence of DCD among that children; to evaluate the influence of performance components related to the motor development observed in DCD. Methods: The sample was composed of 50 children, divided into two groups according to the type of education received (full-time or regular). The neuropsychomotor development was assessed using the Movement ABC-2 Test. The Brazilian Economic Classification Criterion was used to socioeconomic characteristics of the population. The prevalence of DCD was calculated according to the test results ABC movement. The relationship between kind of education and motor development was analyzed using the Mann-Whitney and the relationship between performance components was analyzed by Spearman Rank Order Correlation coefficient (rho). The study was approved by the Ethics Committee on Human Research of the Faculdade de Saúde at the University of Brasilia. Results: The prevalence of TDC between participating children was 8%. Although male children have shown a higher prevalence of TDC (p = 0.041), no significant relationship between educational program and motor performance among children was observed. The results indicated a strong correlation between disturbances in manual dexterity components of the ABC Movement Test and the presence of TDC. Conclusion: The findings are consistent with studies previously conducted that showed the absence of significant relationship between the type of education received by children and motor development. However, the results of this study suggests the need to review the full-time education program that has been developed in public schools, since the actions developed does not have contributed to a proper stimulation of children served for this type of education.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, 2012.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons