Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/4627
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_AmandaCoalhoBorges.pdf393,44 kBAdobe PDFver/abrir
Título: O uso do Protocolo Pedia Suit no tratamento de crianças com paralisia cerebral
Autor(es): Borges, Amanda Coalho
Orientador(es): Meneses, Kátia Vanessa Pinto de
Coorientador(es): Almeida, Pedro Henrique Tavares Queiroz de
Assunto: Capacidade motora nas crianças
Terapia ocupacional para crianças
Paralisia cerebral nas crianças
Data de apresentação: 2012
Data de publicação: 19-Mar-2013
Referência: BORGES, Amanda Coalho. O uso do Protocolo Pedia Suit no tratamento de crianças com paralisia cerebral. 2012. [49] f., il. Monografia (Bacharelado em Terapia Ocupacional)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: Introdução: A paralisia cerebral (PC) pode ser classificada como um conjunto de disfunções motoras oriundas de um acometimento encefálico da infância que pode ocasionar atraso no desenvolvimento do controle motor, além da fixação de padrões posturais patológicos. São vários os métodos de tratamento utilizados em portadores de paralisia cerebral e estes diferentes métodos são empregados de acordo com o quadro clínico do paciente. Atualmente novas perspectivas terapêuticas têm sido criadas e aperfeiçoadas, principalmente na área de reabilitação neuropsicomotora. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo verificar alterações do desempenho motor de portadores de paralisia cerebral que usaram o Protocolo Pedia Suit como método de reabilitação. Materiais e métodos: São analisados restrospectivamente os dados coletados por meio do instrumento Motion Function Measure (GMFM-88) e registrados em prontuários de portadores de paralisia cerebral, que utilizaram como intervenção o Protocolo Pedia Suit, na Clínica Criar, no período de março de 2011 a março de 2012. Os registros iniciais do GMFM-88 (coletados antes da intervenção) são comparados com os registros finais (coletados após a intervenção). Foi realizada análise descritiva dos dados da amostra dos grupos, cálculo das médias, desvios padrões e porcentagens. Resultados: são analisados 8 prontuários e em todos foi identificado melhora do desempenho da função motora grossa geral, sendo a variação do escore total de 3 a 10 pontos percentuais. Foram constatadas mudanças expressivas em três das cinco dimensões estudadas, deitar e rolar (A), sentar (B) e engatinhar, ajoelhar (C). As posturas em pé (D) e andar correr e pular (E) não apresentaram mudanças, não podendo ser considerados como ganho significativo de função motora grossa. Conclusão: Os resultados sugerem que o tratamento com o Protocolo Pedia Suit pode potencializar a função motora grossa da criança com paralisia cerebral nas dimensões (A), (B) e (C) da GMFM-88, sugerindo modificações benéficas nas atividades de vida diária, independência funcional, controle de tronco, função social e qualidade de vida. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: Cerebral palsy (PC) can be classified as a set of motor dysfunctions arising from a given brain involvement of infancy which can cause delayed development of motor control, besides the fixing of postural pathological patterns. There are several methods of treatment used in patients with cerebral palsy and these different methods will be employed in accordance with the patient's condition. Currently new therapeutic perspectives have been created and improved, especially in the area of rehabilitation neuropsychomotor. Objective: This study aimed to determine changes in motor performance in patients with cerebral palsy who used Protocol Pedia Suit as a method of rehabilitation. Methods: Were retrospectively analyzed the data collected by the instrument Motion Function Measure (GMFM-88) and recorded in charts of patients with cerebral palsy, who used as intervention Protocol Pedia Suit in Criar Clinic, between March 2011 to March 2012. The early records of the GMFM-88 (collected before the intervention) were compared with the final records (collected after the intervention). Results: Medical records were analyzed and were identified in all performances improvement of gross motor function, and the change in total score from 3 to 10 percentage points. Appropriate changes were observed in three of the five dimensions studied, lying and rolling (A), sitting (B) crawling and kneeling (C). The standing pose (D) and walking, running and jumping (E) had no change, and can not be regarded as significant gain in gross motor function except in children number 5 which showed changes in all dimensions. Conclusions: The results suggest that treatment with Protocol Pedia Suit can enhance gross motor function of children with cerebral palsy in dimensions (A), (B) and (C) of the GMFM- 88, suggesting beneficial changes in activities of daily living, independence functional, trunk control, social function and quality of life.
Informações adicionais: Monografia (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Ceilândia, Curso de Graduação de Terapia Ocupacional, 2012.
Aparece na Coleção:Terapia Ocupacional



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons