Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/3776
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_AndreMendesPini.pdf212,88 kBAdobe PDFver/abrir
Título: Antecedentes da Guerra do Paraguai : a Missão Saraiva e a construção da aliança com a Argentina
Autor(es): Pini, André Mendes
Orientador(es): Lessa, Antônio Carlos
Assunto: Brasil - relações exteriores
Argentina - relações exteriores
Paraguai, Guerra do, 1865-1870
Data de apresentação: 2012
Data de publicação: 30-Ago-2012
Referência: PINI, André Mendes. Antecedentes da Guerra do Paraguai: a Missão Saraiva e a construção da aliança com a Argentina. 2012. 30 f. Monografia (Especialização em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: As relações entre Brasil e Argentina transitaram da rivalidade à aliança em menos de duas décadas durante o século XIX, o que só pode ser compreendido por meio da análise conjuntural das vicissitudes do Sistema regional platino, formado, historicamente, por dois polos de poder, Brasil e Argentina. O desequilíbrio na balança de poder representado pela política de Solano Lopez no Paraguai, que visava se tornar um polo de poder, e cooptar o Uruguai à sua esfera de influência, consolidou a aliança entre Brasil e Argentina na manutenção do status quo platino. As lógicas de consolidação dos Estados Nacionais da região engendraram rupturas à estabilidade do sistema, gerando o maior conflito que a América do Sul presenciaria em sua história. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Relations between Brazil and Argentina shifted from rivalry to an alliance in less than two decades during the nineteenth century, which can only be understood through a conjectural analysis of the vicissitudes of the south american regional system, historically formed by two poles of power, Brazil and Argentina. The imbalance in the balance of political power represented by the paraguayan Solano Lopez, who aimed to become a center of power, and to co-opt Uruguay to its sphere of influence, cemented the alliance between Brazil and Argentina in maintaining the platinum status quo . The logic of consolidation of national states in the region engendered disruptions to the stability of the system, generating the greatest conflict that South America would present in its history.
Informações adicionais: Monografia (especialização)—Universidade de Brasília, 2012.
Aparece na Coleção:Relações Internacionais - Especialização



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons