Utilize este link para identificar ou citar este item: http://bdm.unb.br/handle/10483/3747
Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_MariaVitoriaCanesinLovato.pdf3,14 MBAdobe PDFver/abrir
Título: Descendo pela toca do coelho : o processo lógico-abdutivo como inauguração de pensamento
Autor(es): Lovato, Maria Vitória Canesin
Orientador(es): Duarte, Pedro David Russi
Assunto: Abdução (Filosofia)
Peirce, Charles S. (Charles Sanders), 1839-1914
Criatividade
Semiótica
Data de apresentação: 2011
Data de publicação: 6-Ago-2012
Referência: LOVATO, Maria Vitória Canesin. Descendo pela toca do coelho: o processo lógico-abdutivo como inauguração de pensamento. 2011. 109 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Comunicação Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Sob a luz do Pragmatismo de Peirce, este trabalho propõe uma reflexão sobre o processo lógico-abdutivo que, originado da singular experiência do Musement, nos permite conhecer o que ainda não conhecemos, viabilizando criativamente o surgimento de uma idéia nova. Veremos como o ser que pensa aparece sempre aberto ao mundo sendo capaz de, através de sua razão criativa, inaugurar um pensamento que ultrapasse os determinismos e tenha lugar na imaginação. Abordaremos também o ideal de razoabilidade de Peirce, que nos mostrará que a razão é um contínuo processo de aperfeiçoamento e que envolve todas as dimensões do ser. Para isso, iremos nos apropriar do movimento de Alice que, ao descer pela toca do coelho ao País das Maravilhas, se envereda em um processo de descoberta, manifestando na abudçao sua unidade e incompletude, a fim de entender uma situação, o mundo e a si mesmo. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In light of Peirce's Pragmatism, this work puts a reflection about the logic-abductive process which, originated from the unique experience of the Musement, allow us know what we yet don't know, enabling creatively the emergence of a new idea. We will see how the being that thinks appears always opened to the world and capable of, through his own creative reason, inaugurating a thought that surpasses the determinism and holds a place on the imagination. Peirce's ideal of reasonableness will also be approached. It will show us that reason is a continuous process of improvement and that it involves all the being's dimensions. For that, we will take part of Alice's movement, who, when goes down the rabbit hole, engages a process of discovery, manifesting in abduction her unity and incompleteness, so to understand a situation, the world and herself.
Informações adicionais: Trabalho de conclusão de curso (graduação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2011.
Aparece na Coleção:Comunicação - Audiovisual



Este item está licenciado na Licença Creative Commons Creative Commons